MUNDO

França proíbe comboios antipasse sanitário perto da Eurocâmara

Protestos contra medidas restritivas foi inspirado nas manifestação no Canadá

Foto: Christophe Archambault/AFP

A França proibiu nesta segunda-feira manifestações de comboios contras as medidas anticovid nos arredores da sede da Eurocâmara em Estrasburgo (noroeste), anunciou a prefeitura local.

"Parece que vários comboios foram formados para chegar a Estrasburgo" nesta segunda-feira, "chegar até as instituições europeias" e "atrapalhar o trânsito rodoviário", diz a nota da prefeitura do Baixo Reno, que representa o governo.

Depois de um dia de protestos em Paris no sábado, parte dos comboios que se opõem ao passaporte de vacinação, vindos de toda a França, rumou para Bruxelas, enquanto alguns evocavam a cidade de Estrasburgo. 
 

A prefeita, Josiane Chevalier, disse à AFP que a proibição vai durar até a noite de quinta-feira, para evitar "desordem pública", mas explicou não saber o número de manifestantes que se dirigem a Estrasburgo. 

As forças de segurança, a quem Chevalier pediu "firmeza", poderão multar e prender quem descumprir a proibição.

No fim de semana eles convergiram nos arredores de Paris com 3.000 veículos, segundo a polícia, mas nem todos entraram na capital, onde foram registradas cenas de tensão na avenida turística Champs-Elysées. 

Segundo balanço oficial, 97 foram presos e 513 participantes foram multados nesse movimento, inspirado no protesto dos caminhoneiros que começou no Canadá há duas semanas e que bloqueia Ottawa e pontos estratégicos.

Veja também

Polícia Militar dobra efetivo para ciclopatrulhas na orla da Zona Sul do Recife
SEGURANÇA

Polícia Militar dobra efetivo para ciclopatrulhas na orla da Zona Sul do Recife

Polícia prende jovem por matar padrasto a facadas e decepar mãos da vítima, em Jaboatão
Jaboatão dos Guararapes

Polícia prende jovem por matar padrasto a facadas e decepar mãos da vítima