Fundação de Federer doa R$ 5 mi para ajudar crianças na África

Em conjunto com organizações locais, a Fundação Roger Federer atua visando diminuir a situação de risco de milhões de crianças na África desde 2006

Tenista suíço Roger FedererTenista suíço Roger Federer - Foto: Clive Brunskill/Getty Images/North America/AF

Roger Federer anunciou nesta quarta-feira (6), através da fundação que leva seu nome, a doação de US$ 1 milhão (aproximadamente R$ 5,6 milhões) para ajudar a manter a alimentação de crianças na África durante a pandemia do novo coronavírus.

O projeto de uma das maiores estrelas do tênis mundial estima alcançar 64 mil pessoas em situação de vulnerabilidade no continente.

Leia também:
Atletas fazem doações, mas são tímidos em debate
CBF e jogadores vão doar R$ 5 milhões para famílias em situação vulnerável


"A Covid-19 é uma crise global de saúde e economia. Como resposta humanitária, a Fundação Roger Federer concedeu um milhão de dólares para fornecer refeições nutritivas para 64 mil crianças vulneráveis e suas famílias por meio de nossos parceiros na África enquanto as escolas estão fechadas", publicou a fundação do atleta no Twitter.

Em conjunto com organizações locais, a Fundação Roger Federer atua visando diminuir a situação de risco de milhões de crianças na África desde 2006. Os programas no continente, além de atuarem no combate à fome, também contam com projetos educacionais.

De acordo com o site da entidade, atualmente são conduzidos projetos em seis países: Botsuana, Malawi, Namíbia, Zâmbia, Zimbábue e África do Sul.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Muita atividade física e pouco uso de máscara marcam movimentação neste domingo (25), no Recife
Recife

Muita atividade física e pouco uso de máscara marcam movimentação neste domingo (25), no Recife

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês
Ataque

Banhista é atacado por tubarão na praia de Piedade; segunda vítima em menos de um mês