Fundaj e FNDE firmam parceria para apoiar gestores públicos do Nordeste

A intenção é ajudar os municípios em seus projetos e formação pessoal para melhor destinação dos recursos do FNDE

Antônio Campos, presidente da Fundaj e Carlos Alberto Decotelli, presidente do FNDEAntônio Campos, presidente da Fundaj e Carlos Alberto Decotelli, presidente do FNDE - Foto: Divulgação

A Fundação Joaquim Nabuco ( Fundaj) e o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), ambos ligados ao Ministério da Educação, firmaram um protocolo de intenções nesta quarta-feira (28), em Brasília. O objetivo é ajudar formação de parcerias estratégicas e na criação de ações de apoio aos gestores públicos no Nordeste.

O FNDE é responsável por ações e programas nas educações básica, profissional, técnológica e no ensino superior do país. Suas competências vão desde projetos de melhoria da infraestrutura das escolas à execução de políticas públicas.

Entre os principais programas estão: Alimentação Escolar (Pnae), Proinfância, Caminho da Escola, Dinheiro Direto na Escola (PDDE), Programa Nacional do Livro e Material Didático (PNLD), Programa Banda Larga nas Escolas e Plano de Ações Articuladas (PAR). Além dos programas, o Fundo também é responsável por repassar o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb) e Salário Educação a estados e municípios.

Leia também: 
Fundaj considera resposta da PCR sobre atacado dos presentes insubsistente
Fundaj celebra 70 anos de história e contribuições
Fundaj firma acordo com com setor sucroalcooleiro  
"Vamos ajudar os municípios em seus projetos e formação pessoal para melhor destinação dos recursos do FNDE" destacou o presidente da Fundaj, Antônio Campos. O presidente do FNDE, Carlos Alberto Decotelli, enxerga na Fundaj um ponto de apoio no Nordeste. "Podemos ter um escritório de apoio na Fundaj para atender toda a região do Nordeste", acrescentou.

Veja também

Alemanha restringe número de pessoas em eventos públicos e privados
internacional

Alemanha restringe número de pessoas em eventos públicos e privados

Gratuito e on-line: instituto disponibiliza cursos para pessoas acima de 50 anos
Educa Mais Brasil

Gratuito e on-line: instituto disponibiliza cursos para pessoas acima de 50 anos