Fundaj inaugura espaço com quadros de ex-presidentes da Casa

A inauguração da galeria, localizada na sala Gilberto Freyre da Fundação Joaquim Nabuco, ocorreu nesta sexta-feira (27)

Por ordem cronológica, seis retratos de cada ex-presidente da Fundaj foram pendurados na sala do Conselho Diretor,Por ordem cronológica, seis retratos de cada ex-presidente da Fundaj foram pendurados na sala do Conselho Diretor, - Foto: Divulgação

Uma galeria com fotos históricas de ex-presidentes da Fundação Joaquim Nabuco foi inaugurada nesta sexta-feira (27). O hall com seis retratos por ordem cronológica de cada ex-presidente da casa pode ser encontrado na sala Gilberto Freyre da Fundação, no Campus Casa Forte.

A inauguração foi realizada por três ex-presidentes, dois representantes e o atual presidente, Antônio Campos. Além do puxar da fita, foram entregues os certificados dos vendedores do I Concurso de Artigos Científicos sobre a Vulnerabilidade Social em Municípios de Pernambuco e na Região Metropolitana do Recife, promovido pela Diretoria de Pesquisas Sociais (Dipes).

“Presente e futuro se entrelaçam no mesmo momento. O grande escritor, sociólogo e antropólogo Gilberto Freyre, que, de certa forma, está presente nesta sala, estaria muito feliz inaugurando a galeria de ex-presidentes”, afirmou o presidente Antônio Campos.

Leia também:
Fafire oferece palestras gratuitas com programa de educação
Geração XMais incentiva reflexão sobre envelhecimento
As cores de Guita Charifker povoam a Caixa Cultural, no Bairro do Recife
 

Entrega de certificados
Após a inauguração, o Diretor de Pesquisas Sociais (Dipes), Carlos Osório fez a entrega dos certificados do concurso para os vencedores. A dupla Diego Costa Mendes e Humberta Karinne da Conceição Silva garantiram o primeiro lugar no tema “Desenvolvimento Humano nas Unidades de Desenvolvimento”, enquanto a equipe formada por Joaquim Pedro de Santana Xavier, Fabrizio de Luiz Rosito Listo e John Kennedy Ribeiro de Santana, no tema “Redução das Desigualdades na Região Metropolitana do Recife” ficaram com o segundo lugar e Micaella Raíssa Falcão de Moura na mesma temática dos segundos colocados.

“A nova palavra que significa ‘abolição’ no século XX é a educação. É uma arma poderosa para combater a desigualdade. A Fundação dará sim uma permanente contribuição no sentido de propor ferramentas de combate à desigualdade”, afirmou Carlos Osório.

Veja também

Quase 40% das plantas estão ameaçadas de extinção, mostra pesquisa
Meio Ambiente

Quase 40% das plantas estão ameaçadas de extinção, mostra pesquisa

Pernambuco apresenta menor número de endividamento
Economia

Pernambuco apresenta menor número de endividamento