Fundo Mundial para o Meio Ambiente aprova projeto no Brasil

Os recursos são para projetos de defesa da biodiversidade e proteção das águas internacionais

Vista das grandes extensões da AmazôniaVista das grandes extensões da Amazônia - Foto: Jody Amiet / AFP

O Fundo Mundial para o Meio Ambiente Mundial (GEF, nas sigla em inglês) liberou recursos para projetos de defesa da biodiversidade e proteção das águas internacionais, incluindo um no Brasil, anunciou a FAO em Roma.

Vinte e quatro projetos em cinco continentes receberão 176 milhões de dólares. A decisão foi tomada durante a 58ª reunião do conselho do GEF, a primeira organizada de forma virtual.

Leia também:
Lei de regularização fundiária aumenta tensões na Amazônia
Mourão tira Salles do Fundo Amazônia, mas imagem negativa é obstáculo para volta do fundo
Greenpeace leva auxílio emergencial a indígenas da Amazônia contra a Covid-19


Os projetos, administrados pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), têm como objetivo enfrentar a crise ambiental que afeta a produtividade e sustentabilidade dos sistemas agrícolas terrestres e aquáticos dos países envolvidos.

Alguns projetos se concentram na proteção das águas internacionais e transfronteiriças, particularmente entre Brasil e Uruguai, para gerenciar em conjunto o grande lagoa Mirim, "um vasto lago de água doce que abriga milhões de aves migratórias", explicou a FAO em um comunicado.

Veja também

Inscrições para o Fies do segundo semestre têm início nesta terça (27)
ENSINO SUPERIOR

Inscrições para o Fies do segundo semestre têm início nesta terça (27)

Grand Chase será lançado nesta quarta-feira (28) com apenas os quatro primeiros personagens
Grand Chase

Grand Chase será lançado nesta quarta-feira (28) com apenas os quatro primeiros personagens