Clima

Furacão Hilary é rebaixado para tempestade tropical no noroeste do México

Ao passar pelo México, as intensas chuvas causadas por Hilary deixaram um morto e destruíram infraestruturas da parte sul de Baja California

Hilary causou fortes ventos e chuva no MéxicoHilary causou fortes ventos e chuva no México - Foto: Alfredo Estrella/AFP

O furacão Hilary foi rebaixado para tempestade tropical, neste domingo (20), ao se aproximar da costa da península de Baja California, no noroeste do México, para depois seguir em direção ao sudoeste dos Estados Unidos.

Ao passar pelo México, as intensas chuvas causadas por Hilary deixaram um morto e destruíram infraestruturas da parte sul de Baja California.

Às 17h00 GMT (14h00 no horário de Brasília) deste domingo, Hilary manteve ventos máximos de 110 km/h e estava localizado a 350 km a sudoeste de San Diego, no estado americano da Califórnia, informou o National Hurricane Center (NHC) dos EUA.

O serviço meteorológico do México indicou anteriormente que Hilary se movia para a região litorânea perto do município de San Quintín, na Baja California.

No sábado, Hilary passou de um furacão da categoria 4 na escala Saffir-Simpson para a categoria 1. Apesar disso, causou fortes chuvas na Baja California e em grande parte do México, inclusive na Cidade do México, com ruas inundadas e árvores caídas.

As autoridades meteorológicas mexicanas preveem fortes chuvas para este domingo na península de Baja California e em outras áreas do país, principalmente nos estados de Sonora e Chihuahua, no norte, além de Sinaloa e Nayarit, no noroeste.

Elas alertam, ainda, para fortes rajadas de vento nessas zonas, bem como para o risco de deslizamentos de terra e aumento na correnteza de rios e riachos.

Prejuízos no México
As autoridades da Defesa Civil do governo mexicano percorreram neste domingo a cidade de Mulegé, na Baja California Sur, onde uma pessoa morreu quando seu veículo foi arrastado pela correnteza de um rio, no sábado.

Houve deslizamentos de terra e bloqueios de estradas neste município e em Loreto. O governo disse que, assim que diminuir a correnteza dos rios que transbordaram, vai trabalhar para restabelecer a circulação.

A Comissão Federal de Eletricidade (CFE) informou que restaurou o fornecimento de eletricidade para 81% na península de Baja California.

As autoridades de Los Cabos, destino frequentado por turistas internacionais, principalmente dos Estados Unidos, trabalham para restabelecer o abastecimento de água potável e o transporte público após a passagem do furacão pela região.

Em direção aos Estados Unidos
O NHC acrescentou que Hilary se moverá, nas próximas horas, para perto ou sobre uma parte da península de Baja California, antes de se deslocar para o sul da Califórnia durante a tarde.

A previsão para Hilary é que chegue na Califórnia como uma tempestade tropical, embora enfraqueça durante o caminho. As autoridades locais decretaram estado de emergência e previram que seria a pior tempestade a atingir o estado em uma década.

"Hilary terá um impacto sério e ameaça o sul da Califórnia. Peço a todos que levem esta tempestade a sério e ouçam suas autoridades locais", declarou a administradora da Federal Management Agency (Fema, na sigla em inglês), Deanne Criswell, à CNN.

O México é atingido todos os anos por furacões nas costas do Pacífico e do Atlântico, geralmente entre maio e novembro.

Veja também

Pernambuco é o único estado do Brasil a reduzir o desmatamento da Caatinga
Meio Ambiente

Pernambuco é o único estado do Brasil a reduzir o desmatamento da Caatinga

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra
mundo

Em Kiev, ucranianos adotam "modo de vida normal" e evitam falar da guerra

Newsletter