Future-se: consulta pública ultrapassa 40 mil cadastrados

O Future-se tem como objetivo dar autonomia na gestão das universidades e institutos federais

Ministro da Educação, Abraham Weintraub, no lançamento do programa Future-seMinistro da Educação, Abraham Weintraub, no lançamento do programa Future-se - Foto: Luis Fortes/MEC

Os cidadãos que pretendem contribuir para a construção do programa Future-se têm até as 23h59 do dia 15 de agosto para enviar as sugestões. A consulta pública já conta com mais de 43 mil pessoas cadastradas para contribuir com ideias ao programa. Desse total, o sistema registrou 14.265 comentários sobre ao menos um dos pontos da proposta. As sugestões da população serão consolidadas pelo Ministério da Educação (MEC) para aperfeiçoar o processo normativo.

Lançado em 17 de julho, o Future-se tem como objetivo dar autonomia na gestão das universidades e institutos federais. Para participar, é preciso criar um cadastro com e-mail e CPF na plataforma da consulta pública, que pode ser acessada pelo portal do MEC. Somente os cadastrados podem enviar comentários sobre a proposta.

Leia também:
MEC aciona Polícia Federal para apurar ataques cibernéticos
Aposta do MEC, verba arrecadada por universidades federais caiu à metade


O processo tem duas etapas. Na primeira, o participante pode escolher três opções a cada capítulo: "totalmente claro", "claro com ressalvas" e "não está claro". Além disso, há espaço para incluir comentários por escrito no fim de cada capítulo. Já na segunda etapa, o participante pode ainda utilizar um campo de texto para fazer comentários gerais sobre o tema e ainda contribuir com propostas.

Veja também

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes
boletim

Covid-19: Brasil acumula 5,49 milhões de casos e 158,9 mil mortes

Mulher negra é nomeada para principal cargo da polícia de Nova York
internacional

Mulher negra é nomeada para principal cargo da polícia de Nova York