Geraldo Julio não descarta adotar lockdown no Recife

Prefeito declarou que a Capital pernambucana terá as condições de isolamento social ampliadas

Prefeito do Recife, Geraldo Julio Prefeito do Recife, Geraldo Julio  - Foto: Andréa Rêgo Barros/PCR

As condições de isolamento no Recife por causa da pandemia da Covid-19 poderão ser ampliadas pela prefeitura, segundo o prefeito Geraldo Julio. A declaração do gestor, na qual ele diz que não descarta a possibilidade de lockdown na cidade e classifica como “natural” o caminho para o aperto das restrições para conter o avanço do novo coronavírus, foi dada na manhã desta segunda-feira (4), em entrevista à TV Globo Recife.

"Temos alguns furos do isolamento no Brasil, como as filas do pagamento do auxílio emergencial. As condições de isolamento vão, sim, ser ampliadas. Tanto do ponto de vista de restrições que serão feitas como também pelo comportamento das pessoas, que estão vendo casos acontecendo mais perto”, disse Geraldo.

Leia também:
Pernambuco registra 220 novos infectados e 39 mortes pela Covid-19 em 24h
Voluntários distribuem 700 máscaras a pessoas de baixa renda no Recife


O lockdown - “bloqueio total”, em tradução livre do inglês - já foi adotado em várias cidades, estados e países pelo mundo. No Brasil, quatro cidades do Maranhão foram as primeiras a usarem o esquema, incluindo a capital, São Luís. No estado nordestino, a medida começa a valer nesta terça-feira (5) e seguirá por pelo menos 10 dias. De acordo com a decisão, todas as atividades não essenciais à manutenção da vida e da saúde serão suspensas. Apenas serviços de alimentação, farmácias, portos e indústrias que trabalham em turnos de 24 horas poderão permanecer em operação.

“Em todos os países do mundo, se encaminhou para isso [o lockdown]. E aqui a gente começa a ver que vários governos estaduais, várias prefeituras, começam a falar desse tema", continuou o prefeito. Geraldo Julio ainda destacou a importância do isolamento social para preservar vidas e diminuir a propagação da Covid-19 na cidade.

“O Brasil está em uma condição de aceleração da doença. O isolamento vem cumprindo um papel importante até aqui. No Recife, temos mais de 3 mil pessoas que teriam perdido a vida vítimas da Covid. Não dá para relativizar óbitos. Não são números, são pessoas”, concluiu o prefeito.

Lockdown em Pernambuco
Em coletiva na última quinta-feira (30), o secretário estadual de Saúde, André Longo, afirmou que pretende intensificar o isolamento social em Pernambuco, principalmente na Região Metropolitana do Recife (RMR), epicentro da Covid-19 no Estado. “É preciso que tecnicamente o governo reconheça essa necessidade em alguns estados com situação mais crítica e que possa vir apoio logístico das forças de segurança nacional para desenhar como seria esse lockdown. Isso seria pensado muito mais para a RMR nesse momento, onde há um conjunto maior de dificuldades”, indicou Longo.

Covid-19 no Recife
Recife é a cidade de Pernambuco com mais casos confirmados e mortes por Covid-19, segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-PE). De acordo com o boletim completo mais recente da pasta, publicado no domingo (3), a Capital pernambucana tem 2.780 infectados, o equivalente a 32,2% do total de casos do Estado.

Já as mortes no Recife somam 273 - 41,9% de Pernambuco. A taxa de letalidade pela doença na Capital é de 9,8%.

Acompanhe a cobertura em tempo real da pandemia de coronavírus

 

 

Veja também

Ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente da AMB
Medicina

Ideologia levam médicos a receitar tratamento precoce contra Covid, diz presidente da AMB

Tornado deixa um morto e vários feridos no Alabama
Desastre natural

Tornado deixa um morto e vários feridos no Alabama