Givanildo aposta na manutenção da base para derrotar Ceará

Treinador manteve mesmo time que venceu o Brasil de Pelotas no treinamento desta quinta (13)

Roberta SáRoberta Sá - Foto: Gustavo Gloria/FolhaPE

Júlio César; Joazi, Igor Rabello, Rafael Pereira e Gastón; João Ananias, Rodrigo Souza, Marco Antônio e Vinícius; Rony e Bergson. Essa foi a escalação do Náutico montada pelo técnico Givanildo Oliveira para o jogo contra o Brasil de Pelotas, na rodada passada da Série B do Campeonato Brasileiro, na Arena Pernambuco. E, ao que tudo indica esses 11 também serão os escolhidos para o confronto diante do Ceará, no mesmo estádio, sábado (15).

No treinamento desta quinta (13), no CT Wilson Campos, Givanildo comandou uma rápida movimentação, mantendo a escalação do jogo passado. Ainda se recuperando de lesão, o zagueiro Adalberto deu voltas ao redor do gramado e ainda aguarda um prazo do Departamento Médico para saber quando poderá voltar ao time. O jogador fraturou uma vértebra em um rachão antes do duelo perante o Bragantino.

Confirmado no time titular, o lateral-direito Joazi ressaltou a importância da presença maciça da torcida no jogo contra os cearenses. “A torcida é fundamental, nos incentivando e ajudando. Eles se tornam um jogador a mais e faz com a gente dê nosso máximo. É mais um motivo para jogar bem e conquistar os três pontos”, afirmou. Mais de 12 mil ingressos já foram vendidos para o jogo.

O Náutico é o terceiro colocado da Segundona, com 48. Já o Ceará é o nono, com 44.

Veja também

Mais de um milhão de mortes por Covid-19 registradas no mundo, aponta agência
Covid-19

Chega a mais de 1 milhão o número de pessoas mortas por Covid-19, diz agência

Covid-19: Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS

Brasil confirma 14.318 casos e 335 mortes em 24 horas