CHUVAS EM PERNAMBUCO

Goiana, na Mata Norte, acumula mais de 100 milímetros nas últimas 24 horas; saiba onde mais choveu

Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), registrou 94,11 mm até o momento

Chuvas no RecifeChuvas no Recife - Foto: Arthur Mota/Folha de Pernambuco

As chuvas fortes da madrugada e manhã desta terça-feira (28) atingiram com maior intensidade o município de Goiana, na Zona da Mata Norte de Pernambuco.

De acordo com o painel de monitoramento da Agência Pernambucana de Águas e Clima (Apac), a cidade registrou 133,4 milímetros (mm), nas últimas 24 horas.

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Folha de Pernambuco (@folhape)

Os dados, atualizados às 7h28, apontam que também choveu forte em Paulista, na Região Metropolitana do Recife (RMR), que acumulou 94,7 mm até o momento.

Na sequência dos locais onde mais choveu estão, também, outros municípios da RMR. São eles: Olinda, com 67,3 mm, Igarassu, com 59,5 mm e Recife, com 45,3 mm.

Para esta terça-feira, na RMR, a previsão da Apac é de tempo nublado, com pancadas de chuva de forma isolada, com intensidade de fraca a moderada.

A previsão se repete para a Zona da Mata Norte. Já para a Mata Sul, as precipitações devem ser moderadas. O Agreste deve ter chuva fraca e rápida. Para o Sertão, está previsto tempo nublado, mas sem chuva.

Às 5h, a capital pernambucana entrou em estágio de atenção. A Prefeitura do Recife, por meio do Centro de Operações (COP), divulgou que a possibilidade de chuva com maré alta na capital, podendo atingir 2,10 metros de altura por volta das 7h10, pode causar alagamentos em pontos da cidade.

Pontos de alagamento
Segundo a Autarquia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), há pontos de alagamento na avenida Eng. Abdias de Carvalho, nas proximidades da rua Delmiro Gouveia. Há alagamento na av. Mal. Mascarenhas de Moraes, no sentido subúrbio.

Veja também

CFM pede que Anvisa reveja proibição do uso de fenol para médicos
BRASIL

CFM pede que Anvisa reveja proibição do uso de fenol para médicos

Lei ambiental gaúcha agrava futuros desastres, dizem especialistas
RIO GRANDE DO SUL

Lei ambiental gaúcha agrava futuros desastres, dizem especialistas

Newsletter