Coronavírus

Governo anuncia medidas para comprar remédios para sedar pacientes na intubação

Das 27 unidades da Federação, 10 já receberam 185 mil medicamentos por meio de requisição administrativa

MedicamentosMedicamentos - Foto: Arquivo/Agência Brasil

A falta de medicamentos para intubação de pacientes com Covid-19 levou o Ministério da Saúde a anunciar, nesta segunda-feira (29), a criação de uma força-tarefa para melhorar o fornecimento dos remédios.

A pasta definiu que irá trabalhar em três frentes: importação de medicamento via Opas (Organização Pan-Americana de Saúde); abertura de processo de pregão por meio do SRP (Sistema de Registro de Preços); e por meio de requisição administrativa.

Das 27 unidades da Federação, 10 já receberam 185 mil medicamentos por meio da terceira modalidade, a requisição administrativa. São eles Amazonas, Pará, Goiás, Rio Grande do Norte, São Paulo, Pernambuco, Amapá, Bahia, Ceará e Mato Grosso.

Segundo a pasta, a requisição administrativa é um dos processos de compra pelo qual o material é recebido do fornecedor e, posteriormente, é feito o reconhecimento da dívida.

A falta desses medicamentos está sendo relatada desde o início do mês por entidades como o Conass (Conselho Nacional dos Secretários de Saúde). Os medicamentos são usados no processo de sedação para a intubação.

Segundo Élcio Franco, secretário-executivo do Ministério da Saúde, pacientes com complicações decorrentes do novo coronavírus estão sendo afetados e a maior demanda por causa da doença tem causado o desabastecimento.

"O que nós identificamos é que houve um desajuste no mercado, identificamos que os estados estavam com dificuldade na negociação por terem ficados mais caros e pelo aumento da procura. Com os três fatores, vamos solucionar o problema", disse Franco.

Veja também

Sikêra Júnior diz que pediu para morrer no 14º dia doente
Covid-19

Sikêra Júnior diz que pediu para morrer no 14º dia doente

Praias de Ipojuca ficarão abertas das 4h às 16h para práticas esportivas individuais
IPOJUCA

Praias abertas das 4h às 16h para práticas esportivas individuais