Governo de Hong Kong espera que diálogo possa solucionar instabilidade

A primeira sessão de diálogo deve ter início na quinta-feira (25), com 150 cidadãos escolhidos

Carrie Lam, chefe do Poder Executivo de Hong KongCarrie Lam, chefe do Poder Executivo de Hong Kong - Foto: ATHIT PERAWONGMETHA

A chefe do Poder Executivo de Hong Kong, Carrie Lam, disse que espera encontrar uma solução para a atual instabilidade no território através do diálogo pacífico e racional com seus cidadãos.

Lam manifestou sua expectativa para o diálogo em uma coletiva de imprensa na terça-feira (24).

Leia também:
Apesar de proibição, violentos protestos são registrados em Hong Kong
Twitter explode em protestos contra possível remake de 'A Princesa Prometida'

A primeira sessão de diálogo deve ter início na quinta-feira (25), com 150 cidadãos escolhidos dentre 20 mil inscritos que desejam debater com Lam e outras autoridades.

Hong Kong tem sido abalada por grandes protestos desde junho devido a uma legislação que permitiria que suspeitos fossem enviados à China continental para serem julgados.

O governo de Hong Kong anunciou o arquivamento formal do projeto de lei de extradição no início de setembro, mas os protestos continuam.

Veja também

PF combate garimpo ilegal em terras indígenas no Pará
meio ambiente

PF combate garimpo ilegal em terras indígenas no Pará

Brasil registra novos 13.155 casos e 317 mortes pela Covid-19 nas últimas 24h
Coronavírus

Brasil registra novos 13.155 casos e 317 mortes pela Covid-19 nas últimas 24h