Governo de MG cobra ressarcimento da Vale a produtores rurais afetados em Brumadinho

A barragem que se rompeu liberou cerca de 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro, que já chegaram ao rio Paraopeba, que passa pela região

Destruição pelo rompimento da barragem de uma mina de minério de ferro pertencente à gigante mineradora brasileira Vale Destruição pelo rompimento da barragem de uma mina de minério de ferro pertencente à gigante mineradora brasileira Vale  - Foto: Mauro Pimentel/AFP

O governo de Minas Gerais solicitou à Vale um ressarcimento aos produtores rurais afetados pelo rompimento da barragem de Brumadinho, na Grande Belo Horizonte. A barragem que se rompeu liberou cerca de 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos de minério de ferro, que já chegaram ao rio Paraopeba, que passa pela região. Ao todo, a área afetada tem cerca de 3,96 quilômetros quadrados.

Em encontro com representantes da empresa realizado na terça-feira (5), a secretária de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Minas Gerais, Ana Maria Valentini, discutiu com representantes da mineradora sobre os prejuízos causados aos produtores e o pagamento de indenizações.

Leia também:
Após duas semanas, número de mortos segue em 157; 182 continuam desaparecidos em Brumadinho
Vale fará doações humanitárias a moradores e produtores de Brumadinho


Para identificar os danos, a secretaria montou um grupo de pesquisas e monitoramento que irá coletar dados sobre a qualidade da água na região. Posteriormente, o grupo pretende apresentar um projeto para aplicar tecnologias que garantam a retomada das atividades agrícolas nos municípios atingidos.

Além da análise da água, os pesquisadores realizam um acompanhamento dos animais da região, com a coleta de materiais biológicos. O objetivo é identificar se houve contaminação de bovinos e peixes por metais pesados.

Veja também

Pernambucana resgatada de cárcere privado na Bolívia voltará ao Recife, anuncia PF
Polícia

Pernambucana resgatada de cárcere privado na Bolívia voltará ao Recife, anuncia PF

Secretários estaduais de saúde criticam aval do governo à compra de vacinas por empresas
Vacina

Secretários estaduais de saúde criticam aval do governo à compra de vacinas por empresas