Governo desbloqueia R$ 38,5 milhões para Defesa combater incêndios na Amazônia

O valor a ser desbloqueado atende a um pedido feito pela pasta para as operações de combate a queimadas na Amazônia

Ministro da Economia, Paulo GuedesMinistro da Economia, Paulo Guedes - Foto: Arquivo/Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Ministério da Economia aprovou a liberação imediata de R$ 38,5 milhões para o Ministério da Defesa. O valor a ser desbloqueado atende a um pedido feito pela pasta para as operações de combate a queimadas na Amazônia.

"Feitas as primeiras estimativas de valor, considerando o cenário fiscal vigente, o Ministério da Economia aprovou a liberação imediata de R$ 38,5 milhões, procurando atender de forma emergencial pleito apresentado pela Defesa", afirma a pasta em nota.
O ministério comandado por Paulo Guedes ainda afirma estar acompanhando a evolução do tema e diz que tomará as providências necessárias, em conjunto com a Defesa, para atender o decreto que emprega as Forças Armadas para combater o fogo na região.

Leia também:
G7 está disposto a 'ajudar o mais rápido possível' países atingidos por incêndios na Amazônia
Ministério usa foto velha para divulgar ação na Amazônia, e Bolsonaro compartilha

O decreto de sexta-feira (23) autorizou o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem na Amazônia Legal. O objetivo é criar ações preventivas e repressivas contra delitos ambientais e fazer levantamento e combate a focos de incêndio.

Neste sábado, a Força Aérea Brasileira (FAB) começou a usar duas aeronaves C-130 Hércules no combate aos focos de incêndio.

Veja também

Barroso manda governo proteger três terras indígenas da Covid-19 e diz que "situação é gravíssima"
Coronavírus

Barroso manda governo proteger três terras indígenas da Covid-19 e diz que "situação é gravíssima"

OAB define que metade dos cargos de direção da ordem deverá ser ocupada por mulheres
Equidade

OAB define que metade dos cargos de direção da ordem deverá ser ocupada por mulheres