Carnaval 2017

Grafitagem dá o tom da decoração do Carnaval do Recife 2017

O projeto, assinado pelo arquiteto Carlos Augusto Lira, contará com seis painéis de grafiteiros pernambucanos

Carlos Augusto Lira ladeado pelos artistas do Coletivo VacilanteCarlos Augusto Lira ladeado pelos artistas do Coletivo Vacilante - Foto: Raquel Melo

 

A decoração do Carnaval do Recife em 2017 será toda renovada. A nova identidade traz tons, cores e traços de arte urbana com curadoria do arquiteto Carlos Augusto Lira, que convidou seis artistas, são eles Karina Agra, Galo de Souza, Bozó Bacamarte, Jota ZerOff, Manoel Quitério e Coletivo Vacilante, para criação de painéis que vão compor o visual das ruas da Cidade nos dias de Momo. A novidade foi anunciada à imprensa, durante uma coletiva, na tarde desta terça-feira (17), no Compaz, no Cordeiro, onde os grafiteiros, Carlos Augusto Lira e o presidente da Fundação de Cultura Cidade do Recife, Diego Rocha, marcaram presença. 

Carlos Augusto Lira e Diego Rocha falaram à imprensa sobre as novidades da decoração do Carnaval 2017

Foto: Carlos Augusto Lira e Diego Rocha falaram à imprensa sobre as novidades da decoração do Carnaval 2017
Créditos: Raquel Melo  

Carlos Augusto Lira contou que a mudança veio por meio de um pedido da primeira-dama, Cristina Melo, que quis transportar o colorido da grafitagem para a decoração de Carnaval. “Aceitei o desafio proposto, acredito que todo ano as pessoas ficam na expectativa para este momento, querem saber como será a decoração das ruas. E eu não posso decepcionar. Quero sempre fazer o melhor”. Nos grafites foram inseridos elementos gráficos dos homenageados, Almir Rouche e Caboclinhos, além das figuras tradicionais do nosso Carnaval, como passistas de frevo. 

 

A rampa de skate por Galo de Souza, no Compaz do Cordeiro

Foto: A rampa de skate por Galo de Souza, no Compaz do Cordeiro
Créditos: Raquel Melo

As imagens serão digitalizadas e impressas em totens e tecidos esticados que vão colorir a Rua do Bom Jesus, a Avenida Rio Branco e as pontes da capital pernambucana em tons da bandeira do Estado, em contornos pretos. Sobre os gastos, Diego Rocha explicou que a estimativa, por enquanto, é de que seja usado o mesmo valor do ano passado, cerca de R$ 1,5 milhão. 

 

Carlos Augusto Lira e os artistas plásticos pernambucanos

Foto: Carlos Augusto Lira e os artistas plásticos pernambucanos
Créditos: Raquel Melo 

Sobre os artistas e painéis que serviram de inspiração para o projeto assinado por Carlos Augusto Lira

Com média de 25 m², as pinturas estão localizadas na Escola Municipal de Frevo Fernando Borges (obra do Coletivo Vacilante), no Compaz do Cordeiro (obras de Galo de Souza e Karina Agra), na Gerência de Atenção à Saúde (obras de Jota ZerOff e Bozó Bacamarte) e no Terminal do Porto do Recife (obra de Manoel Quitério). 

O mural de Karina Agra no Compaz do Cordeiro

Foto: O mural de Karina Agra no Compaz do Cordeiro
Créditos: Raquel Melo 

A rampa de skate - obra de Galo de Souza no Compaz do Cordeiro

Foto: A rampa de skate - obra de Galo de Souza no Compaz do Cordeiro
Créditos: Raquel Melo 

Veja também

Anvisa autoriza uso emergencial do 2º lote da CoronaVac; total é de 4,8 milhões de doses
Vacina

Anvisa autoriza uso emergencial do 2º lote da CoronaVac; total é de 4,8 milhões de doses

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)
Coronavírus

Distribuição de vacinas da AstraZeneca deve começar neste sábado (23)