Grandes empresas debatem sobre armazenamento e uso de informações no festival REC'n'Play

"Privacidade e democracia" foi outro tema debatido no segundo dia do festival REC'n'Play

O CEO da Mercedes-Benz do Brasil, Philipp SchiemerO CEO da Mercedes-Benz do Brasil, Philipp Schiemer - Foto: Beto Oliveira/Divulgação

Dados utilizados a favor da estruturação da empresa. O debate sobre como a armazenar e utilizar as informações por indústrias e empresas foi abordado, nesta quinta-feira (3), durante o segundo dia do REC’n’Play, onde foram apresentadas formas de usar o Analytics a favor da melhoria do desempenho dos equipamentos e na gestão da empresa.

O CEO da Mercedes-Benz do Brasil, Philipp Schiemer, apresentou a palestra “Como Analytics pode ajudar grandes empresas a criarem mais valor”, e destacou que os principais pontos em que os dados podem ser utilizados são o setor logístico e a avaliação da marca. “Os critérios dos consumidores estão mudando, valorizando a sustentabilidade e a tecnologia, é importante que as empresas estejam atentas a isso. As novas tecnologias podem ajudar a mudar profissões, a causar um efeito positivo nas marcas, uma evolução”, destacou.

Leia também:
UFPE debate Ciência e Tecnologia no REC'n'Play
Inteligência Artificial na composição musical é tema de workshop no Rec'n'Play

Philipp apontou que hoje na Mercedes-Benz, graças à presença da tecnologia e dos dados, já é possível detectar o desempenho de algum equipamento do caminhão. “Graças aos dados, conseguimos analisar o consumo de combustível e ter uma visão ampliada da frota de veículos. Através da conectividade temos como monitorar as peças do caminhão e descobrir se terá algum problema e informamos que o proprietário pode ir a algum local resolver o problema, tudo pelo meio on-line. Os dados permitem que a gente otimize o tempo, os algoritmos melhoram o contato e beneficiam a logística”, disse.

Privacidade
No segundo dia do festival que movimenta o Bairro do Recife, a privacidade sobre os dados também foi discutida. A palestra “Privacidade e Democracia” foi apresentada pelo Coletivo Candeeiro, pelo Instituto de Pesquisa em Direito e Tecnologia do Recife (IP.REC) e pelo coletivo de comunicação social Intervozes, e debateu a importância da privacidade no meio corporativo, individual e social.

Segundo Thais Aguiar, representante do IP.REC, conversar sobre privacidade de dados é importante para conscientizar as pessoas sobre o assunto. “Vivemos na era da tecnologia da informação e isso força as instituições a repensarem políticas e formas de garantir direitos nas redes. Esse direito tem tudo a ver com o processo democrático, esperamos que isso desperte uma consciência mais forte nas pessoas sobre o tema”, afirmou.

Veja também

Brasil retoma da produção de urânio na Bahia
Urânio

Brasil retoma da produção de urânio na Bahia

Brasil tem 173,8 mil mortes e 6,38 milhões de casos
Covid-19

Brasil tem 173,8 mil mortes e 6,38 milhões de casos