Grávidas estão no grupo de risco da Covid-19, diz Ministério da Saúde

Ministério da Saúde anunciou que grávidas e puérperas fazem parte do grupo de risco que tem maiores condições de sofrer complicações da Covid-19

Gestantes não podem trabalhar em ambientes insalubresGestantes não podem trabalhar em ambientes insalubres - Foto: Arquivo / Agência Brasil

Olá leitores e internautas que acompanham a coluna Saúde e Bem-Estar

O Ministério da Saúde anunciou que grávidas e puérperas fazem parte do grupo de risco que tem maiores condições de sofrer complicações da covid-19, provocada pelo novo coronavírus.

Sobre grávidas e puérperas (que tiveram filhos nos últimos 45 dias) ainda não há estudos suficientes comprovando que as gestantes seriam mais vulneráveis, mas, é importante redobrar a atenção com essa segmentação de público, como forma de precaução, já que algumas mulheres nestas condições morreram com Covid-19. Já houve aqui mesmo em Pernambuco o caso de uma mulher, de 33 anos, saudável, sem comorbidades, segundo familiares. Ela fez uma cesárea de emergência, tendo complicações e levando a óbito.

A nota do Ministério da Saúde, diz:

“Estudos científicos apontam que a fisiopatologia do vírus H1N1 pode apresentar letalidade nesses grupos associados à história clínica de comorbidades dessas mulheres. Sendo assim, para a infecção pela covid-19 o risco é semelhante pelos mesmos motivos fisiológicos, embora ainda não tenha estudo específico conclusivo. Portanto, os cuidados com gestantes e puérperas devem ser rigorosos e contínuos, independentemente do histórico clínico das pacientes”.

Cuidados a serem tomados:

Continue com acompanhamento médico (é essencial)

Use máscara de proteção, se precisar sair de casa;

Mantenha a amamentação;

Leia também:
Uso de suplementos para melhorar o sistema imunológico
Pernambuco prepara mais maternidades para atender grávidas e recém-nascidos com Covid-19

Lave sempre as mãos com álcool gel ou água e sabão, principalmente antes de tocar seu bebê, e mantenha superfícies higienizadas,

Evite receber visitas na quarentena,

Vacine-se contra a gripe;

Caso tenha, febre, tosse ou dificuldade para respirar, procure assistência médica.

Busque sempre a sua melhor versão. Siga-me nas redes sociais e fique sempre atualizado com informações sobre saúde e bem-estar. Obrigado e até o próximo encontro.

Pílulas

ANS libera cirurgia eletiva

A ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) divulgou nota autorizando a retomada das cirurgias eletivas com caráter de urgência. Segundo a AMB (Associação Médica Brasileira) está autorizada a realização de procedimentos que estejam atrelados a um grau de necessidade e urgência que deve ser justificado pelo médico. Vale ressaltar que todos os protocolos de segurança destinados aos pacientes e agentes de saúde serão realizados para isentar e proteger a todos da disseminação da covid-19 no ambiente hospitalar.

Alô Hope

Diante do avanço da pandemia do Coronavírus, a fim de contribuir com o isolamento social da população, o HOPE assumiu o papel social de oferecer orientações com oftalmologistas e otorrinos por meio do Alô HOPE, evitando idas desnecessárias à emergência. Com a regulamentação da Telemedicina - em caráter excepcional e temporário através da Portaria nº467, do Ministério da Saúde - o Alô HOPE também passou a oferecer a prestação de serviço no formato de teleorientação por vídeo. Os pacientes agora poderão realizar consulta médica de forma remota com oftalmologistas e otorrinolaringologistas, utilizando uma tecnologia segura de comunicação online, por meio de vídeo-chamada, além de chamadas de voz. (81) 3302-2121

Ajuda na crise do Coronavírus

O cenário trazido pela pandemia de coronavírus é de hospitais lotados, recursos escassos para atender aos doentes e famílias em dificuldade por causa da interrupção de atividades profissionais. Essa situação preocupante desperta a solidariedade de muita gente. Tanto que entidades beneficentes se empenharam em organizar campanhas de arrecadação e dezenas de empresas e associações têm feito doações em dinheiro, insumos hospitalares e equipamentos médicos, contribuindo para o combate à covid-19. A OMNI Brasil, maior escola de hipnoterapia do mundo, resolveu abraçar virtualmente a causa. O terapeuta Michael Arruda, presidente da OMNI Brasil, diz: "Não precisa ser um grande empresário para doar. Você pode ser alguém que transforma a vida de outro alguém"

Coronavírus - Aumenta número de congelamento de óvulo e sêmen

Preocupadas com COVID-19, pacientes começaram a solicitar o congelamento de seus óvulos, ou o do sêmen de seus parceiros. No Brasil, a busca cresceu, em média, 30%. "O medo dessas mulheres tem a ver com a pandemia global causada pelo novo coronavírus, o que pode levar a uma maior demora para a realização de tratamentos de reprodução assistida", esclarece o médico urologista especializado em saúde sexual do homem, Filipe Tenório. Outro fator observado se deve a elas quererem se resguardar, mesmo não tendo um indicativo concreto, de que o coronavírus cause efeitos negativos na fertilidade. "É importante frisar que a Organização Mundial de Saúde informou ainda não haver nenhuma evidência científica que comprove que o COVID-19 pode causar efeitos negativos na gravidez ou fertilidade", complementa Tenório.

Palavra do Especialista

Perda de olfato e paladar pode ter relação com o coronavírus

Os principais sintomas apresentados por pessoas com Covid-19, doença provocada pelo coronavírus, incluem febre, dores no corpo e diarreia. Além disso, a OMS (Organização Mundial da Saúde) informa que, uma em cada seis pessoas apresenta dificuldades para respirar. O vírus pode incidir com sintomas semelhantes aos da gripe e em alguns casos evoluir com dificuldade respiratória, por isso muitos pacientes relatam uma evolução parecida.

É importante atentar ao fato de que a doença aparece em um cenário de constante descoberta, por ter pego toda a comunidade médica de surpresa ao redor do mundo. No Brasil, uma declaração recente da Academia Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial (ABORL-CCF) reconheceu que, a perda de olfato acompanhada ou não da perda do paladar, também deve ser levada em consideração como possível alerta para a doença.

Em algumas ocasiões, os pacientes eram jovens e não apresentavam outros sintomas da doença. De toda maneira, ainda não se sabe exatamente qual seria o mecanismo do vírus que explicaria o prejuízo aos dois sentidos. A orientação para pacientes nestas condições, continua sendo a mesma recomendada pelo Ministério da Saúde, para que permaneçam em quarentena por 14 dias, além de outras medidas de higiene.

Ana Elizabeth é otorrinolaringologista

*Rafael Coelho (CRM: 23943/PE) é médico.

Pautas para Jademilson Silva – Jornalista - DRT: 3468

Email: [email protected]

Veja também

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas ao PNI
IMUNIZANTE

Fiocruz entrega 2,2 milhões de doses de vacinas ao PNI

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19
VARIANTE DELTA

Biden afirma que novas restrições serão impostas nos EUA em função da Covid-19