ONU

Grupo armado ataca comboio da ONU e queima 2 carros na Colômbia

Segundo a ONU, seus funcionários se deslocavam junto com membros do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários

ONUONU - Foto: POOL/GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP

Um grupo de indivíduos armados abordou uma delegação das Nações Unidas e ateou fogo a dois veículos no sudeste da Colômbia, em um ataque que não deixou vítimas, informou a organização internacional nesta quinta-feira (27).

A missão da ONU que faz o acompanhamento do acordo de paz com a antiga guerrilha das Farc "repudia nos mais duros termos o ataque sofrido por nossa equipe local" em Puerto Nuevo, uma área rural do departamento de Guaviare, denunciou a entidade em nota.

Segundo a ONU, seus funcionários se deslocavam junto com membros do Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA, na sigla em inglês) e do Conselho Norueguês para os Refugiados quando "foram abordados por pessoas armadas que os fizeram sair dos veículos".

"Dois dos três veículos da comitiva foram queimados alguns minutos depois no local dos fatos", mas "os integrantes da missão retornaram ilesos" para seus escritórios, informaram as Nações Unidas.

O alto conselheiro presidencial da Colômbia, Emilio Archila, disse à emissora W Radio que os "delinquentes se apresentaram como dissidência" das Farc a mando de "Gentil Duarte", um dos homens mais procurados do país.

Criada a partir do acordo de paz de 2016 entre as Farc e o governo do então presidente e Nobel de Paz, Juan Manuel Santos, a Missão de Verificação da ONU acompanha o cumprimento do acordo que desmobilizou cerca de 7.000 guerrilheiros.

A Colômbia vive um agravamento da violência depois do histórico pacto, devido à disputa pelas receitas do narcotráfico e do garimpo ilegal entre guerrilheiros, paramilitares e narcotraficantes que têm seus próprios exércitos.

Segundo a ONG Instituto de Estudos para o Desenvolvimento e a Paz (Indepaz), o grupo dissidente de "Gentil Duarte" é o maior do país com cerca de 2.000 integrantes.

Grupo armado ataca comboio da ONU e queima 2 carros na Colômbia.

Veja também

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas
Pandemia

Brasil registra 16.194 novos casos de Covid-19 e 35 mortes em 24 horas

Marcha da maconha retorna às ruas depois de dois anos de pandemia
Manifesto

Marcha da maconha retorna às ruas depois de dois anos de pandemia