Grupo é detido com 280 kg de maconha transportados em táxi na Mata Sul

Também foram apreendidos 200 gramas de cocaína; flagrante ocorreu em Água Preta

Flagrante ocorreu na BR-101Flagrante ocorreu na BR-101 - Foto: Divulgação/PRF

Cinco homens foram detidos com cerca de 280 quilos de maconha e 200 gramas de cocaína na madrugada desta quarta-feira (21), na BR-101, em Água Preta, na Mata Sul de Pernambuco. A droga era transportada em um táxi com identificação do Recife, que era acompanhado por dois carros. O flagrante ocorreu no quilômetro 167 da rodovia, durante uma fiscalização de rotina da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Segundo a PRF, os carros que acompanhavam o táxi davam cobertura para o transporte da droga. A operação contou com o apoio do Batalhão Especializado de Policiamento do Interior da 3ª Companhia e do Grupo de Apoio Tático Itinerante do 10º Batalhão de Polícia Militar.

“O que chamou atenção da polícia foi o jeito que eles estavam agindo, bastante nervosos e se contradizendo. Os profissionais da PRF e da PM abordaram e começaram a verificar a situação dos carros, onde foram encontrados 280 quilos da droga”, detalhou o comandante do 10° Batalhão, tenente-coronel Mário Canel.

De acordo com a polícia, os suspeitos que estavam em outros dois veículos para fazer uma espécie de “proteção” receberiam alguma quantia - ainda não divulgada. “Eles tentaram disfarçar. Um deles até falou que era motorista de aplicativo”, destacou o assessor de Comunicação da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Cristiano Mendonça.

Leia também:
Polícia apreende 15 kg de maconha em fazenda no Sertão
Quatro homens são presos com 12 kg de maconha no Cabo

O grupo foi detido e encaminhado junto com a droga à delegacia de Polícia Civil de Palmares, que irá investigar o caso.

Veja também

Na mira da gestão Bolsonaro, sistema de monitoramento brasileiro é único
Inpe

Na mira da gestão Bolsonaro, sistema de monitoramento brasileiro é único

Estudo chinês amplo aponta segurança da vacina contra Covid-19 de SP
Coronavírus

Estudo chinês amplo aponta segurança da vacina contra Covid-19 de SP