Notícias

Guardas municipais do Recife realizam paralisação de 24h

Trabalhadores cobram melhores condições de trabalho e pedem o direito de portar armas de fogo.

Guardas realizam ato na avenida Cais do ApoloGuardas realizam ato na avenida Cais do Apolo - Foto: Geraldo Moreira/Rádio Folha

Uma paralisação de advertência foi deflagrada às 8h desta quinta-feira (26), pelo Sindicato dos Guardas Municipais do Recife, e deve durar 24 horas. Nesta manhã, a categoria realiza um ato em frente ao edifício da Prefeitura do Recife, no Cais do Apolo.

Os guardas estão concentrados, com faixas, cartazes e um carro de som, desde as 8h e devem interromper o trânsito na avenida Cais do Apolo após as 10h. Segundo o presidente Ewerson Miranda, os trabalhadores cobram melhores condições de trabalho e pedem o direito de portar armas de fogo.

A categoria, formada por 1,4 mil trabalhadores, se queixa da falta de coletes balísticos, fardamentos, cursos de capacitação e equipamentos de proteção individual. Ainda nesta manhã, os guardas pretendem realizar uma assembleia geral.

Veja também

Olinda divulga balanço dos danos causados pela chuva e detalha força-tarefa de apoio
Chuvas

Olinda divulga balanço dos danos causados pela chuva e detalha força-tarefa de apoio para as pessoas atingidas

Dia de horror: o que se sabe até agora sobre massacre no Texas
Ataque

Dia de horror: o que se sabe até agora sobre massacre no Texas