investigação

Guatemala declara alerta por contaminação de moluscos que já deixou um morto

A medida foi tomada pela Comissão Nacional para a Vigilância e o Controle da Maré Vermelha Tóxica na Guatemala

Consumo de ostrasConsumo de ostras - Foto: Pixabay

A Guatemala declarou nesse sábado (7) alerta vermelho pela contaminação de moluscos causada pela maré vermelha que afeta o litoral do Pacífico Sul e já deixou um morto, informou o Ministério da Saúde.

A medida foi tomada pela Comissão Nacional para a Vigilância e o Controle da Maré Vermelha Tóxica na Guatemala, porque o monitoramento e análise realizados apontaram altas concentrações de saxitoxinas superiores aos limites adequados, segundo um comunicado oficial. Foram contabilizados 11 casos confirmados e um morto por causa da intoxicação por consumo de moluscos desde 29 de abril.

A chefe da Unidade de Gestão de Riscos da pasta, Virginia Herzing, disse que a presença da maré vermelha tóxica, causada pelo aumento de algas nocivas, foi detectada na costa do município de Tiquisate. Diante disso, pediu à população que evite o consumo de moluscos bivalves, como mexilhões, uma vez que “produz intoxicação grave e pode chegar a provocar a morte”.

Os sintomas podem aparecer de 30 a 60 minutos após o consumo do molusco contaminado, entre eles formigamento nos lábios, língua, boca e rosto; depois, estende-se e perde-se a força muscular; pode ocorrer paralisia, dificuldade respiratória, náusea, tontura e vômito.

Veja também

Biden diz que 'não há lugar para esse tipo de violência' após tiroteio em comício de Trump
SOLIDARIEDADE

Biden diz que 'não há lugar para esse tipo de violência' após tiroteio em comício de Trump

Donald Trump está a salvo após incidente em comício, informa Serviço Secreto dos EUA
RESGATE

Donald Trump está a salvo após incidente em comício, informa Serviço Secreto dos EUA

Newsletter