Guto elogia Juninho e acredita em evolução do atacante

Além do jogador de 20 anos, o treinador do Leão também rasgou palavras para o volante de Charles, "motor do time"

Guto Ferreira deve seguir no Sport em 2020Guto Ferreira deve seguir no Sport em 2020 - Foto: Anderson Stevens/Sport Clube do Recife

Para a partida deste sábado (18),contra o Botafogo/SP, Guto Ferreira promoveu seis alterações ao time titular do Sport, uma delas foi a entrada do atacante Juninho. O cria da base do Leão vinha tendo atuações abaixo do ideal, mas foi bastante elogiado pelo treinador Rubro-Negro, após a vitória por 3x0, contra os paulistas.

“Essa foi a partida que Juninho foi mais disciplinado e posicional. Além disso, ele proporcionou duas assistências para chances claras de gol, enquanto esteve em campo. Nós já sabíamos da capacidade que ele tinha e o quanto ele pode ajudar a equipe, estando com a cabeça boa e trabalhando cada vez mais”, afirmou Guto Ferreira.

O treinador Rubro-Negro também elogiou Charles e ainda ressaltou a importância de dele na equipe. “Ele é o motor de nosso time. O que mais rouba bola na competição, mesmo tendo ficado algumas partidas de fora. Hoje, inclusive, ele se posicionou um pouco mais, porque teve Marcão ao seu lado”, disse.

Leia também:
Sport bate Botafogo/SP por 3x0 e se aproxima do G4
Em estreia do uniforme, Sport busca reabilitação na Série B
Sem espaço, Sport anuncia saídas de zagueiro e volante


Questionado sobre as especulações das contratações dos meias Everton Felipe, cria do Sport e jogador do São Paulo, e Léo Arthur, atleta do Fluminense, Guto disse: “São dois ótimos jogadores, mas até que deixe de ser especulação de vocês e passe a ser uma confirmação de dentro do Sport, eu não poderei tecer qualquer tipo de comentário”.

Veja também

Celebração do Ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual
ANO NOVO

Celebração do Ano-novo na Times Square, em Nova York, será virtual

Manaus pode ter atingido 'imunidade de rebanho', aponta estudo
Coronavírus

Manaus pode ter atingido 'imunidade de rebanho', aponta estudo