Haddad critica proposta de educação à distância de Bolsonaro

No rádio, uma mãe aparece questionando Bolsonaro sobre a merenda das crianças que não tem o que comer e as dúvidas tiradas pelos professores

Fernando Haddad (PT)Fernando Haddad (PT) - Foto: Nelson Almeida / AFP

A crítica à proposta de educação à distância do candidato à Presidência Jair Bolsonaro (PSL) marcou o programa de rádio do presidenciável Fernando Haddad (PT) nesta quarta-feira (17).

Uma mãe aparece questionando Bolsonaro sobre a merenda das crianças que não tem o que comer, as dúvidas tiradas pelos professores e sobre o trabalho dos profissionais da educação. "Que raio de ideia é essa?", questiona ao final.

Haddad diz que a proposta geraria demissão de professores e reduzia a qualidade da educação no país e apresentou seu projeto de adoção de escolas de baixo rendimento para melhorar a qualidade do ensino.

Leia também:
Haddad prepara carta a evangélicos e mira eleitorado ex-petista
Bolsonaro e Haddad trocam farpas, após elogio de líder da Ku Klux Kan a candidato do PSL
No rádio, Haddad diz que pré-sal é 'bênção' e Bolsonaro defende redes sociais


O candidato também criticou o projeto para segurança pública do candidato, dizendo que ele se limita a armar a população, e destacou que o deputado votou contra a PEC das domésticas e a CLT. Não houve alterações no programa eleitoral de Bolsonaro, que manteve a fala de Cid Gomes com críticas ao PT e a comparação com as propostas de Haddad.

Veja também

Drive-thru de testagem de Covid no Centro de Convenções muda fluxo de veículos; veja novo acesso
Coronavírus

Drive-thru de testagem de Covid no Centro de Convenções muda fluxo de veículos; veja novo acesso

Brasil desativou 3 mil leitos de UTI do SUS no segundo semestre de 2020
HOSPITAIS

Brasil desativou 3 mil leitos de UTI do SUS no segundo semestre de 2020