Haddad segue à risca os conselhos de Lula

PT marchará com o ex-prefeito de SP se Lula for alcançado pela Lei da Ficha Limpa

Inaldo SampaioInaldo Sampaio - Foto: Colunista

Como previsto, o ex-prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, cumpriu no Recife, neste final de semana, agenda de pré-candidato a presidente da República. A candidatura dele foi sugerida ao PT pelo próprio Lula, que poderá tornar-se inelegível se o TRF da 4ª Região confirmar a sentença do juiz Sérgio Moro, que o condenou a 9 anos e 6 meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Haddad, por enquanto, se nega a assumir a pré-candidatura e ao ser questionado sobre ela deu a resposta que se esperava dele:

“O candidato é Lula e não convém imaginar outro petista no páreo sequer por hipótese”. Foi uma resposta inteligente de quem começa a preparar-se para entrar em campo sem dizer, necessariamente, que está em processo de aquecimento. Ele é o segundo na fila do PT, por exclusão, pois os antigos “presidenciáveis” do partido estão fora do jogo: José Dirceu e Antonio Palocci. Haddad ainda é meio ingênuo, politicamente falando, fruto de sua condição de professor de filosofia da USP, mas é o que resta ao PT e o partido irá com ele se Lula for alcançado pela Lei da Ficha Limpa.

Livro em defesa de Lula
Cem professores de várias universidades escreveram artigos para um livro que será lançado hoje em SP: “Comentários a uma sentença anunciada - o caso Lula”. Os professores, alguns deles juristas, questionam a sentença do juiz Sérgio Moro dizendo o seguinte: “Ele (Lula) foi condenado por receber o que não recebeu (o tríplex do Guarujá) e por lavagem de dinheiro que não lhe foi dado”.
Lista > Se o “distritão” estivesse em vigor em 2014, teriam sido eleitos para a Câmara Federal, em PE, 24 dos atuais 25 deputados. A exceção seria Kaio Maniçoba, que, candidato pelo PHS, elegeu-se com 28.585 votos. A vaga seria de Mozart Sales (PT), que obteve 73.967.
Audiência > A Assembleia Legislativa fará hoje (9h) uma audiência pública para discutir o futuro da Compesa. Será uma boa oportunidade para o presidente Roberto Tavares esclarecer se a empresa está ou não na lista das “privatizáveis” com apoio do BNDES.
Gestão > Triunfo teve a melhor gestão fiscal de PE em 2016, segundo levantamento da Firjan (Federação das Indústrias do RJ). O prefeito à época era o médico Luciano Bonfim (PR), filho do ex-prefeito Nego Bonfim. Já a pior ficou por conta de Gameleira, então administrada pela prefeita Yeda Santos (PDT), filha da ex-prefeita Maria José dos Santos.
Livro em defesa de Lula
Cem professores de várias universidades escreveram artigos para um livro que será lançado hoje em SP: “Comentários a uma sentença anunciada - o caso Lula”. Os professores, alguns deles juristas, questionam a sentença do juiz Sérgio Moro dizendo o seguinte: “Ele (Lula) foi condenado por receber o que não recebeu (o tríplex do Guarujá) e por lavagem de dinheiro que não lhe foi dado”.
Lista > Se o “distritão” estivesse em vigor em 2014, teriam sido eleitos para a Câmara Federal, em PE, 24 dos atuais 25 deputados. A exceção seria Kaio Maniçoba, que, candidato pelo PHS, elegeu-se com 28.585 votos. A vaga seria de Mozart Sales (PT), que obteve 73.967.
Audiência > A Assembleia Legislativa fará hoje (9h) uma audiência pública para discutir o futuro da Compesa. Será uma boa oportunidade para o presidente Roberto Tavares esclarecer se a empresa está ou não na lista das “privatizáveis” com apoio do BNDES.
Gestão > Triunfo teve a melhor gestão fiscal de PE em 2016, segundo levantamento da Firjan (Federação das Indústrias do RJ). O prefeito à época era o médico Luciano Bonfim (PR), filho do ex-prefeito Nego Bonfim. Já a pior ficou por conta de Gameleira, então administrada pela prefeita Yeda Santos (PDT), filha da ex-prefeita Maria José dos Santos.
Mudança > O PSD está sendo reformulado em Belo Jardim depois que o ex-prefeito João Mendonça o abandonou. Charles Ribeiro, secretário-geral do partido, esteve lá, na semana passada, e empossou Bruna Bezerra na presidência da comissão provisória. Ela é filha da suplente de vereador Da Paz (PSB).
Reforço > O deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB) visitou São José do Egito neste final de semana para uma conversa preliminar com o vereador e presidente da Câmara Antonio Andrade (PSB). O vereador rompeu com o prefeito Evandro Valadares (PSB) e está se aproximando da oposição.
O PSD está sendo reformulado em Belo Jardim depois que o ex-prefeito João Mendonça o abandonou. Charles Ribeiro, secretário-geral do partido, esteve lá, na semana passada, e empossou Bruna Bezerra na presidência da comissão provisória. Ela é filha da suplente de vereador Da Paz (PSB).
Reforço > O deputado federal Zeca Cavalcanti (PTB) visitou São José do Egito neste final de semana para uma conversa preliminar com o vereador e presidente da Câmara Antonio Andrade (PSB). O vereador rompeu com o prefeito Evandro Valadares (PSB) e está se aproximando da oposição.


 

 

Veja também

Professores e candidatos avaliam primeiro dia do Enem: "Correspondeu às expectativas"
Educação

Professores e candidatos avaliam primeiro dia do Enem: "Correspondeu às expectativas"

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia
Enem 2020

Mais da metade dos inscritos falta ao 1º dia do Enem em meio à pandemia