Hebert faz boa luta, mas perde para cubano e fica com a prata no boxe

Favorito à vitória, Cardona foi superior, lutou com experiência e se impôs no ringue

Herbert William Carvalho da Conceição não superou o atual campeão olímpico e ficou com a medalha de prataHerbert William Carvalho da Conceição não superou o atual campeão olímpico e ficou com a medalha de prata - Foto: Reprodução

O boxe brasileiro ficou com mais uma medalha de prata nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019. Hebert Willian Carvalho da Conceição perdeu para o cubano Arlen López Cardona nesta sexta-feira (2), no Coliseo Miguel Grau, em Callao, cidade vizinha à capital peruana, na final da categoria até 75 kg.

"Estou feliz pela medalha de prata e triste pela derrota. A prata é uma medalha muito dura de se aceitar, mas temos que estar contentes. Querendo ou não, é um grande resultado”, comentou o brasileiro.

"Eu só tenho 21 anos. São meus primeiros Jogos Pan-Americanos. Vi que estou numa crescente. Ano passado fui aos Jogos Sul-Americanos e conquistei um bronze. Hoje no Pan, uma prata. E espero continuar nessa crescente nos próximos eventos. Só tenho a agradecer", acrescentou Hebert.

Favorito à vitória, Cardona foi superior, lutou com experiência e se impôs no ringue. No entanto, Hebert não se intimidou e também atingiu o campeão olímpico da Rio 2016 e pan-americano em Toronto 2015 com alguns golpes certeiros. Não suficientes, porém, para convencer os juízes da disputa.

A conquista de Hebert se junta às duas pratas de Keno Marley e Jucielen Romeu, que perderam suas finais na quinta.

Já Beatriz Ferreira derrotou a argentina Dayana Sánchez na final da categoria até 60 kg, também nesta sexta-feira, e conquistou a primeira medalha de ouro da história do boxe feminino brasileiro em Jogos Pan-Americanos .

Veja também

Motorista de Aplicativo é baleado em São Lourenço da Mata
Crime

Motorista de Aplicativo é baleado em São Lourenço da Mata

Surfista no Havaí perde a prancha e a encontra dois anos depois nas Filipinas
havaí

Surfista no Havaí perde a prancha e a encontra dois anos depois nas Filipinas