Notícias

Heineken compra a Brasil Kirin e deve atingir 19% do mercado nacional

Holandesa pagou R$ 3,39 bilhões e é a segunda maior cervejeira do Brasil

Heineken pagou R$ 3,39 bilhões pela Brasil Kirin e é a segunda maior cervejeira do Brasil Heineken pagou R$ 3,39 bilhões pela Brasil Kirin e é a segunda maior cervejeira do Brasil  - Foto: Divulgação

A Heineken anunciou nesta segunda (13) a compra da Brasil Kirin em uma transação que a tornará a segunda maior fabricante de cervejas do País. A Brasil Kirin é dona de marcas como Schin, Glacial, Eisenbahn, Devassa e Baden Baden. Com a aquisição, a marca deve atingir 19% de participação no mercado nacional de cervejas.

A gigante cervejeira holandesa informou que pagará 1,025 bilhão de euros (3,39 bi lhões de reais) e pretende aumentar sua presença no mercado brasileiro. A aquisição, no entanto, ainda precisa ser aprovada por órgãos reguladores, e deve ser formalizada até julho.

Mesmo com as más perspectivas de crescimento da economia do Brasil em 2017, a Heineken acredita no investimento ao longo prazo e no ‘boom’ do segmento premium, que tem crescido significativamente no País.

Veja também

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'
Estados Unidos

Biden pede que americanos enfrentem 'lobby das armas'

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU
Repressão a uigures

China enfrenta novas denúncias de abusos, durante visita de comissária da ONU