Holanda decide que jogo com torcida só volta se houver vacina contra Covid-19

A decisão foi divulgada pelo ministro da saúde do país, Hugo de Jonge, e publicada pelo Sky Sports

David Neres, jogador do AjaxDavid Neres, jogador do Ajax - Foto: Divulgação

Primeira das grandes ligas da Europa a encerrar seus torneios de futebol por conta da pandemia do novo coronavírus, a Holanda não terá público nos estádios até que exista uma vacina contra a Covid-19. A decisão foi divulgada pelo ministro da saúde do país, Hugo de Jonge, e publicada pelo Sky Sports.

Jonge disse que, caso a previsão do governo para retomar atividades esportivas em setembro se concretize, os jogos serão realizados com portões fechados -e isto não deve ser alterado tão cedo. "Ainda não podemos mencionar uma data para a última etapa, as aglomerações. Isso é realmente possível apenas se houver uma vacina e ninguém sabe quanto tempo levará. Esperamos, é claro, em breve, mas um ano ou mais é uma perspectiva mais realista", afirmou ele em comunicado ao parlamento.

No país europeu, os clubes há dias fazem treinos físicos em pequenos grupos de atletas, todos eles usando luvas. A Holanda, de acordo com a universidade Johns Hopkins, registra até o momento mais de 41 mil casos de coronavírus, com 5.221 mortes em decorrência de Covid-19.

BAQUE FINANCEIRO

A Real Associação de Futebol dos Países Baixos (KNVB) reagiu imediatamente às declarações de Jonge. De acordo com o jornal As, a organização disse em comunicado que a decisão é "prematura" e que causou uma "surpresa total" entre o ramo do futebol. "Ficaríamos horrorizados se você não pudesse jogar com público por tanto tempo. Além disso, seria um baque financeiro muito sério para a indústria", aponta o texto.

Leia também:
Holanda suspende definitivamente campeonato nacional, que não terá campeão
'Impossível fixar uma data' para retomar o futebol, diz ministro dos Esportes italiano

Veja também

Avião pequeno faz pouso de emergência em Tamandaré
Litoral Sul

Avião pequeno faz pouso de emergência em Tamandaré

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia
Boletim Pandemia

Covid-19: Brasil passa das 210 mil mortes causadas pela pandemia