Homem dispara tiros em unidade de saúde de Olinda

De acordo com administração da Comunidade Terapêutica de Olinda, em Guadalupe, rapaz chegou acompanhado do pai e entrou em surto

Tiro em unidade de saúde em OlindaTiro em unidade de saúde em Olinda - Foto: Brenda Alcântara / Folha de Pernambuco

Uma confusão foi registrada na manhã desta terça-feira (11) na Comunidade Terapêutica de Olinda, na Região Metropolitana do Recife. Um homem, de 21 anos, chegou à unidade de saúde, localizada no bairro de Guadalupe, à procura de atendimento, e acabou pegando uma arma no local e disparando tiros. Ninguém ficou ferido.

As primeiras informações são de que o rapaz estava em surto psicótico. Há duas versões para os fatos: A administração da unidade de saúde disse que a arma era do médico psiquiatra Feliciano Abdon de Araújo Lima, de 72 anos, que também é policial, perito da Polícia Civil, e o rapaz teria vasculhado o local em busca da pistola. Já a Polícia Militar diz que o rapaz tomou a arma do médico e disparou os tiros. 

Ainda de acordo com a administração do hospital, o homem teria entrado pela recepção da clínica e se dirigido à sala da direção. Lá, teria ameaçado de morte o diretor da unidade de saúde. Ainda de acordo com a administração o diretor teria segurado o jovem pelo braço, disparando as munições contra a parede, para evitar atingir as pessoas.

Leia também:
Homem mata três pessoas em tiroteio em hospital de Chicago
Grande Recife teve quatro tiroteios por dia em outubro


A Polícia Militar informou que foi acionada por volta das 8h30 desta terça-feira (11) para atender a ocorrência. O rapaz e seu pai, que o acompanhava, foram encaminhados para a Central de Plantões da Capital, no bairro de Campo Grande, Zona Norte do Recife.

A Polícia Civil de Pernambuco instaurou inquérito para apurar o caso. A corporação informou que, de acordo com informações iniciais, o rapaz apresenta deficiência intelectual e teria sofrido um surto, entrando em luta corporal contra o médico e assim pegando a arma de fogo de Feliciano Abdon que, segundo a PCPE, é policial aposentado e tem porte legal de arma.

Veja também

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz
Vacina

Pernambuco recebe mais 310 mil doses de vacinas da Astrazeneca/Fiocruz

Pernambuco registra 964 novos casos da Covid-19 e 38 mortes
Coronavírus

Pernambuco registra 964 novos casos da Covid-19 e 38 mortes