Homem pede emprego com cartaz em avenida do Recife

"Não importa o que apareça. Preciso de um trabalho", disse Alcicleiton Fonseca da Silva, de 22 anos

Homem pede emprego com cartaz em avenidaHomem pede emprego com cartaz em avenida - Foto: Marcelo Santiago/Cortesia

Segurar um cartaz com a frase “preciso de trabalho” em uma das principais avenidas do Recife foi a saída que Alcicleiton Fonseca da Silva, de 22 anos, encontrou para tentar arranjar um emprego. Desde as 5h30 desta quinta-feira (22), o jovem segue na esperança, na avenida Agamenon Magalhães, nas imediações da Praça do Derby, de que vai conseguir um trabalho. Pai de um menino de 1 ano e 2 meses e com a esposa grávida de 6 meses, Cleiton, como é conhecido, decidiu tentar a ajuda dos motoristas para conseguir uma vaga.

“Não importa o que apareça. Tenho uma família e preciso de dinheiro”, comentou. Ele, que tem nível médio completo e carteira de habilitação com categoria D, está desempregado desde 2016. A esposa de Cleiton segue na mesma situação. "Meu primeiro e último trabalho de carteira assinada foi de cobrador de coletivo. Desde então, não consegui encontrar nada fixo", comentou o jovem, que disse que já trabalhou como vendedor, pintor, porteiro e na carga e descarga de alguns caminhões do Centro de Abastecimento e Logística de Pernambuco (Ceasa). 

Morador do bairro de Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife, Cleiton revelou que não foi a primeira vez que segurou um cartaz pedindo ajuda. "Em janeiro, vim no mesmo lugar para tentar arranjar um emprego. Eu consegui como pintor, mas a obra acabou e, agora, estou sem nada", disse. Ele também almeja vagas como vigilante e motorista, mas reitera que está disposto a trabalhar em qualquer área. E, como brasileiro, Cleiton comentou que não vai desistir de procurar emprego. "Tenho contas a pagar, inclusive o aluguel. Se não receber nenhuma ligação hoje, volto aqui amanhã", finalizou. Quem quiser entrar em contato com Cleiton, basta ligar para o número 9.8528-7070.



Veja também

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica
América Latina

Arce assumirá as rédeas de uma Bolívia polarizada e em crise econômica

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro
Covid-19

Rússia espera registro da Sputnik V no Brasil em dezembro e produção em janeiro