Homem rouba carro e morre em acidente no Canal do Arruda

A vítima do roubo teria identificado o suspeito morto, mas não os outros três passageiros que estavam no carro. Eles alegaram que motorista disse ser do Uber

Ruas ao redor do Arruda serão bloqueadas no dia do Clássico das MultidõesRuas ao redor do Arruda serão bloqueadas no dia do Clássico das Multidões - Foto: Google Maps

Depois de roubar um Renault Sandero por volta das 22h da última sexta-feira (19), um homem de 28 anos perdeu o controle do veículo ao passar no cruzamento entre as ruas Professor José dos Anjos e Petrolina Botelho e morreu depois que o carro caiu no canal do Arruda. Três passageiros que estavam no veículo na hora do acidente alegaram que não o conheciam. Eles disseram que o motorista fingiu ser de um serviço de transporte e que estava alcoolizado. 

Segundo os policiais do 13º Batalhão da Polícia Militar, que atenderam a ocorrência, os três foram levados para a Central de Flagrantes para prestar esclarecimentos. Após a realização da perícia no local do acidente, o corpo do homem, que não teve a identidade revelada, foi levado para o Instituto de Medicina Legal (IML). 

No local, vítima do roubo identificou o suspeito morto, mas não os outros três homens que estavam no carro. Ao prestar depoimento, eles detalharam que o homem parou em frente a casa de show Pagode da Pressão, no bairro do Fundão, também na Zona Norte do Recife, onde se identificou como motorista de Uber e ofereceu carona.

O acidente aconteceu quando eles passavam no cruzamento das ruas professor José dos Anjos e Petronilha botelho. Segundo a Companhia de Trânsito e Transporte Urbano (CTTU) o carro capotou às 5h15 deste sábado (11) e o motorista morreu no local.

Veja também

Sisu 2021 recebe inscrições para lista de espera até a próxima sexta-feira
Educa Mais

Sisu 2021 recebe inscrições para lista de espera até a próxima sexta-feira

Doria anuncia vacinação de trabalhadores do transporte e pessoas com comorbidades em maio
Coronavirus

Doria anuncia vacinação de trabalhadores do transporte e pessoas com comorbidades em maio