equador

Idosa acorda dentro de caixão durante o próprio velório no Equador

A mulher , que teria sofrido uma catalepsia, foi declarada morta na sexta-feira (9)

Vídeo mostra mostra a idosa no caixão já aberto e respirando com dificuldade após o confinamento prolongadoVídeo mostra mostra a idosa no caixão já aberto e respirando com dificuldade após o confinamento prolongado - Foto: Reprodução

Uma idosa acordou dentro de um caixão após cinco horas de velório e agora está internada em um hospital público do Equador, onde havia sido declarada morta, informou um de seus filhos.

Um vídeo divulgado no Twitter mostra Bella Montoya, 76 anos, no caixão já aberto e respirando com dificuldade após o confinamento prolongado, enquanto dois homens a ajudam a sair do local.

A idosa bateu no caixão, contou o filho, Gilbert Balberán.

"Nos entregaram uma certidão de óbito", afirmou Balberán em um vídeo divulgado pela imprensa local. Vários meios de comunicação equatorianos celebraram a "ressurreição" da idosa.

"Minha mãe está recebendo oxigênio. O coração dela está estável. O médico apertou a mão dela e ela reagiu. Eles disseram que isso é bom, porque significa que ela está reagindo aos poucos", acrescentou o filho ao jornal 'El Universo'.

Bella Montoya foi declarada morta na sexta-feira (9) no hospital público Martín Icaza, na cidade de Babahoyo (sudoeste do Equador).

Ela foi internada com "diagnóstico presumível de acidente vascular cerebral e teve uma parada cardiorrespiratória, sem responder às manobras de reanimação. O médico de plantão confirmou a morte", admitiu o ministério da Saúde em um comunicado.

A pasta anunciou a criação de um Comitê Técnico Nacional para investigar o caso e determinar responsabilidades.

A idosa, que teria sofrido uma catalepsia de acordo com a imprensa local, permanece intubada e com diagnóstico reservado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital, informou o ministério, que vai "supervisionar" o atendimento da paciente.

Veja também

Novo Ensino Médio: relatora muda o texto, aumenta carga horária e propõe regra de transição
educação

Novo Ensino Médio: relatora muda o texto, aumenta carga horária e propõe regra de transição

Parkinson: ligação com bactérias do intestino aponta novo caminho para tratamento
neurodivergência

Parkinson: ligação com bactérias do intestino aponta novo caminho para tratamento

Newsletter