Igreja chilena reintegra dois padres suspensos por supostos abusos

Padres foram reabilitados porque 'as denúncias recebidas nesses casos não são confiáveis', diz comunicado

O arcebispado de Rancagua anunciou a reintegração dos padresO arcebispado de Rancagua anunciou a reintegração dos padres - Foto: Flickr

Dois padres chilenos foram reintegrados após serem suspensos no âmbito de uma investigação sobre abuso sexual e de poder envolvendo mais de uma dúzia de religiosos, informa um comunicado da Igreja nesta sexta-feira (19). 

O arcebispado da cidade de Rancagua (120 km ao sul de Santiago) anunciou a reintegração dos padres Aquiles Correa e Gino Bonomo após a conclusão de uma investigação canônica sobre uma suposta rede de religiosos que cometeram abusos sexuais e de poder, um escândalo que mergulhou a Igreja chilena em sua pior crise.

Ambos os padres foram reabilitados porque "as denúncias recebidas nesses casos não são confiáveis", acrescentou o comunicado da arquidiocese de Rancagua. As investigações começaram há quatro meses, depois que uma paroquiana denunciou publicamente essa suposta rede de abusos que se auto-denominava "a Família". A Igreja chilena anunciou o afastamento de mais de uma dúzia de religiosos durante a investigação.

Leia também:
Papa expulsa da Igreja outros dois bispos chilenos
Milhares de crianças foram vítimas de abusos sexuais na Igreja católica alemã
158 membros da Igreja Católica são investigados por casos de pedofilia no Chile


Para este caso, o diácono da cidade de Las Cabras, Luis Ramos, foi afastado pelo Vaticano após ser acusado de má conduta e abuso sexual de menores enquanto servia como diretor de uma escola na localidade em 2013. Outros dois párocos renunciaram ao sacerdócio. A investigação é conduzida pelo padre Patricio Cavour, "que continua a trabalhar nos outros casos de sacerdotes denunciados na diocese", explicou o comunicado.

A Procuradoria do Chile também está investigando este caso, bem como várias outras denúncias contra mais de cem bispos, padres e religiosos por abuso sexual infantil e o encobrimento destes. Até agora, o papa Francisco aceitou a renúncia de sete bispos chilenos e expulsou dois bispos eméritos e o influente sacerdote Fernando Karadima, afastado da Igreja desde 2011.

Veja também

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil
VACINAÇÃO

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo
VACINAÇÃO

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo