Imagens de tiroteio em ônibus na BR-101 são enviadas à Polícia Civil

Vídeos devem ajudar a identificar os três suspeitos de assaltar um coletivo que conseguiram fugir

Investidas a coletivos na BR-101 são constantesInvestidas a coletivos na BR-101 são constantes - Foto: Peu Ricardo/Arquivo Folha

 

Imagens de câmeras do ônibus da linha UR-05/Barro, assaltado na BR-101 na noite da última segunda-feira (10), já foram encaminhadas à Polícia Civil e devem ajudar na identificação de três suspeitos do crime que conseguiram fu­gir.

Segundo o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Pernambuco (Urbana-PE), o coletivo con­ta com quatro equipamentos, já em conformidade com a resolução do Conselho Superior de Transporte Metropolitano que determina esse número de filmadoras em toda a frota de ônibus do Grande Recife até janeiro do ano que vem. Na ação, outros dois envolvidos morreram baleados por um policial militar reformado, que estava a bordo. Dois passageiros ficaram feridos, mas passam bem.

Na hora da ocorrência, o veículo estava lotado. Os assaltantes já estavam recolhendo pertences dos passageiros quando teria começado a troca de tiros. Todos teriam se abaixado. Só após alguns instantes, percebeu-se que dois suspeitos estavam mortos: um jovem de 16 anos e homem de 21. Um terceiro envolvido foi preso por policiais militares na mesma noite.

O caso é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP). O policial que reagiu se apresentou na delegacia e foi liberado. “Algumas pessoas foram ouvidas, por conta do flagrante, e hoje (ontem) solicitamos imagens das câmeras. O ônibus também já passou por perícia”, informou o delegado Diogo Melo.

A abordagem criminosa ocorreu num trecho conhecido pelos assaltos a ônibus: entre o bairro de Jardim São Paulo, na Zona Oeste da Capital, e a comunidade dos Milagres, na Zona Sul. No primeiro semestre, a BR-101 figurava entre os dez corredores de transporte onde mais casos ocorriam. Passageiros se arriscam em viagens com poucas paradas e escuridão nos arredores, o que facilita investidas. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a fiscalização é feita com rondas. Ações conjuntas são realizadas com as polícias Civil e Militar.

 

Veja também

Pandemia vai afetar todas as áreas da educação no país, diz Inep
educação

Pandemia vai afetar todas as áreas da educação no país, diz Inep

SP tem 302 mil casos confirmados de covid-19 e bate recorde diário
Coronavírus

SP tem 302 mil casos confirmados de covid-19 e bate recorde diário