Incêndio deixa mais de 70 mortos na capital de Bangladesh

Dezenas de pessoas ficaram presas nos edifícios, incapazes de escapar pelas ruas estreitas e engarrafadas

Incêndio em Bangladesh Incêndio em Bangladesh  - Foto: REHMAN ASAD / AFP

Pelo menos 70 pessoas morreram no incêndio em um prédio na capital de Bangladesh, que também eram usados como armazéns de produtos químicos, anunciaram os bombeiros nesta quinta-feira.

Dezenas de pessoas ficaram presas nos edifícios, incapazes de escapar pelas ruas estreitas e engarrafadas, à medida que explodiam em chamas os armazéns de produtos químicos e plástico altamente inflamáveis.

O balanço atualizado divulgado por bombeiros e médicos registra 70 mortos e 55 feridos, 10 deles em estado crítico. O comandante do serviço de bombeiros de Bangladesh, Ali Ahmed, disse que o número de mortos deve subir. O incêndio começou às 22h40 de quarta-feira (13h40 de Brasília) no bairro de Chawkbazar, uma das áreas mais antigas da cidade, marcada pelas ruas estreitas.

Segundo Ahmed, o incêndio em Chawkbazar, na parte antiga de Daca, pode ter se originado em um botijão de gás antes de se espalhar rapidamente pelo prédio onde produtos químicos altamente inflamáveis eram armazenados. As chamas percorreram quatro edifícios contíguos, que também eram usados como armazéns de produtos químicos.

Leia também:
Incêndio atinge barracos em Jaboatão dos Guararapes
Incêndio no CT do Flamengo deixa dez mortos
Oito mortos em incêndio aparentemente intencional em edifício de Paris


Emissoras de televisão exibiram imagens que mostravam a porta principal de um dos edifícios fechada, impedindo a saída dos moradores, enquanto as chamas devoravam os cinco andares do prédio. "Houve um tumulto quando o incêndio começou, as pessoas não conseguiram escapar", disse ele, descrevendo uma parte da cidade onde as ruas são muito estreitas.

Outro oficial de bombeiros disse a repórteres que o incêndio foi "contido", mas não encerrado, apesar dos esforços de mais de 200 bombeiros. "Levará tempo. Este não é como outro incêndio qualquer", disse ele, acrescentando que a proporção foi devastadora por causa dos produtos químicos" altamente combustíveis armazenados no local.

Testemunhas afirmaram que os convidados de um casamento em um centro comunitário próximo ficaram presos no incêndio e vários terminaram feridos. O vice-comandante da Polícia Metropolitana de Daca, Ibrahim Khan, disse que pelo menos dois carros e dois riquixás queimaram no incêndio. Centenas de pessoas correram para o hospital para procurar seus parentes desaparecidos.

Um incêndio similar em 2010 em um antigo prédio na capital de Bangladesh, que também foi usado como depósito de produtos químicos, matou mais de 120 pessoas em um dos piores incêndios em Daca. Após a tragédia, as autoridades da cidade anunciaram uma operação para erradicar os armazéns de produtos químicos de áreas residenciais, mas nos últimos anos a iniciativa foi paralisada.

Veja também

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h
Covid-19

Pernambuco registra 1.652 novos casos e 25 novas mortes pela Covid-19 em 24h

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)
Coronavírus

Pacientes de Manaus chegam ao Hospital das Clínicas, da UFPE, neste sábado (23)