COVID-19

Índia anuncia primeiros casos da variante ômicron

A Covid-19 já provocou mais de 200 mil mortes no país

A Índia não adotou novas barreiras para as viagens internacionais, mas a testagem é obrigatória A Índia não adotou novas barreiras para as viagens internacionais, mas a testagem é obrigatória  - Foto: Sajjad Hussain / AFP

A Índia anunciou nesta quinta-feira (2) que detectou em seu território os dois primeiros casos da variante ômicron do coronavírus, poucos meses depois de uma devastadora onda de infecções ter provocado mais de 200 mil mortes no país.

Dois homens, com 66 e 46 anos, testaram positivo no estado de Karnataka, sul do país, afirmou Luv Agarwal, funcionário do departamento de saúde local.
 

"Como indica o protocolo, todos os contatos primários e secundários foram contactados e estão sendo submetidos a exames", afirmou Agarwal.

A Índia não adotou novas barreiras para as viagens internacionais, mas na segunda-feira (29) o ministério da Saúde ordenou que todos os viajantes procedentes de "países considerados de risco" devem passar por exames obrigatórios, além dos testes aleatórios aplicados nas chegadas ao país.

A maior cidade do país, Mumbai, impôs uma quarentena obrigatória de sete dias para todos os passageiros procedentes de países de alto risco. 

Veja também

Após pressão de usuários, Twitter anuncia novo recurso para combater fake news no Brasil
FAKE NEWS

Após pressão de usuários, Twitter anuncia novo recurso para combater fake news no Brasil

Chile anuncia mudanças no isolamento e gestão da pandemia por variante ômicronVariante ômicron

Chile anuncia mudanças no isolamento e gestão da pandemia por variante ômicron