Coronavírus

Índia bate novo recorde de mortes por Covid-19 após revisão em estado acusado de subnotificação

Segundo as autoridades de saúde, o país registrou 6.148 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Parentes carregam o corpo de uma vítima que morreu por Covid-19 em um local de cremação em Nova DelhiParentes carregam o corpo de uma vítima que morreu por Covid-19 em um local de cremação em Nova Delhi - Foto: Sajjad Hussain/AFP

 A Índia registrou nesta quinta-feira (10) mais de 6.000 mortes por coronavírus, estabelecendo um novo recorde de óbitos diários. O aumento atípico no número de vítimas, entretanto, é resultado de uma revisão nos dados da pandemia no estado de Bihar, no nordeste do país.

Segundo as autoridades de saúde, o país registrou 6.148 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. Na quarta-feira (9), foram 2.219. A análise dos números em Bihar fez com o que o estado acrescentasse mais 4.000 mortes que não haviam sido notificadas, elevando o total no estado para 9.500 óbitos.

 



A auditoria obedeceu a uma ordem judicial após acusações de que o governo estadual estava ocultando a magnitude da crise. Especialistas suspeitam que outros governos também tenham manipulado seus dados, e congressistas da oposição ao premiê Narendra Modi já pressionam por revisões em estados maiores, como Uttar Pradesh, Madhya Pradesh e Gujarat.

As suspeitas de subnotificação vão além das denúncias de manipulação deliberada. Principalmente em áreas rurais da Índia, muitas famílias enterram mortos pela Covid-19 de forma improvisada, de modo que os óbitos não entram nas estatísticas oficiais.

Até esta quinta, a Índia registrou mais de 29,1 milhões de casos e 355 mil mortes por coronavírus, de acordo com dados da Universidade Johns Hopkins.

 

Veja também

Em dia de Moro suspeito no STF, Lula lembra dos dias na prisão: 'provação de fé'
Política

Em dia de Moro suspeito no STF, Lula lembra dos dias na prisão: 'provação de fé'

Celebração católica do dia de São João será realizada de forma online e presencial
São João

Celebração católica do dia de São João será realizada de forma online e presencial