Flexibilização

Índia reabre fronteiras após 20 meses de fechamento

Os turistas da União Europeia, Brasil e África do Sul terão de passar por medidas adicionais na chegada, incluindo testes de detecção de coronavírus

ÍndiaÍndia - Foto: Money SHARMA / AFP

A Índia reabriu suas fronteiras, nesta segunda-feira (15), para turistas de países, com os quais mantém acordos, após um fechamento de 20 meses pela pandemia da Covid-19.

Famosa pelo Taj Mahal, por seus palácios do deserto e pelas reservas de tigres, a Índia fechou suas fronteiras a todos os turistas estrangeiros em março de 2020, em plena pandemia.

No momento, o número de casos de contágio está em queda. Este novo quadro aumentou a pressão feita pelo setor do turismo, crucial para a economia indiana, sobre o governo, levando as autoridades a anunciarem uma flexibilização das medidas. 

Desde 15 de outubro, estão sendo emitidos vistos para estrangeiros totalmente vacinados procedentes de países com acordos mútuos e que chegarão em voos fretados. Estes turistas apenas terão de monitorar sua saúde durante os 14 dias posteriores à sua chegada. 

De acordo com as operadoras de turismo, a demanda continua sendo baixa, devido aos altos preços das passagens e às restrições que ainda pesam sobre do Reino Unido e China, entre outros países. 

Os turistas destes países, assim como os de União Europeia, Brasil e África do Sul, terão de passar por medidas adicionais na chegada, incluindo testes de detecção de coronavírus.

Veja também

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro
Religião

Marcha para Jesus reúne milhares no centro do Rio de Janeiro

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni
Educação

MEC altera prazo para confirmação de informações do Prouni