Pandemia

Índia tem recorde de casos da Covid-19 e novas restrições

A atual onda da Covid-19 que alcançou o número recorde de 115.000 casos em 24 horas

Manifestantes exigem a suspensão das eleições legislativas estaduais em andamento e comícios de campanha em meio ao número crescente de casos de coronavírus.Manifestantes exigem a suspensão das eleições legislativas estaduais em andamento e comícios de campanha em meio ao número crescente de casos de coronavírus. - Foto: Jewel Samad / AFP

A Índia adotou nesta quarta-feira (7) novas restrições para enfrentar a atual onda da Covid-19 que alcançou o número recorde de 115.000 casos em 24 horas, anunciaram as autoridades. 

O estado de Gujarat (oeste), feudo do primeiro-ministro Narendra Modi, com mais de 62 milhões de habitantes, decidiu impor um toque de recolher em todas as suas cidades que registram aumentos importantes de casos de infecção.

Já Maharashtra, estado que inclui Mumbai e conta com 110 milhões de habitantes, decidiu no domingo adiantar das 20h00 para as 19h00 o toque de recolher em vigor e fechar a partir de sexta-feira bares, restaurantes, cinemas, piscinas, lugares de culto e escritórios privados.

Maharashtra registra mais da metade dos novos casos diários de coronavírus em toda Índia. 

 

Desde terça-feira à noite, Nova Délhi impôs um toque de recolher noturno aos seus 25 milhões de habitantes devido ao "aumento repentino (do número) de casos da Covid-19" e à "alta taxa de positividade".

O governo indiano se recusa por enquanto a impor novamente um confinamento nacional, como foi o caso em março de 2020, para não afetar a economia.

Veja também

CNM pede coordenação para enfrentar covid-19 e nega estoque de vacina
Pandemia

CNM pede coordenação para enfrentar covid-19 e nega estoque de vacina

Direção do partido de Merkel apoia Armin Laschet para suceder à chanceler
Alemanha

Direção do partido de Merkel apoia Armin Laschet para suceder à chanceler