Inscrições para o Encceja começam nesta segunda pela internet

A inscrição é gratuita e vai até o dia 31 de maio. Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos

As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto em 611 municípiosAs provas serão aplicadas no dia 25 de agosto em 611 municípios - Foto: Arthur de Souza/Folha de Pernambuco

As inscrições para o Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) 2019 começam nesta segunda-feira (20) pela internet e seguem até o dia 31 de maio. A inscrição é gratuita. Jovens e adultos que não terminaram os estudos na idade adequada podem fazer o exame para obter a certificação de conclusão no ensino fundamental ou médio.

Os interessados no certificado do ensino fundamental precisam ter, pelo menos, 15 anos completos na data da prova. Para o certificado do ensino médio, a idade mínima exigida é de 18 anos. As provas serão aplicadas no dia 25 de agosto em 611 municípios. Serão quatro provas objetivas, cada uma com 30 questões de múltipla escolha, e uma redação. A nota mínima exigida para obtenção da proficiência é de 100 pontos nas provas objetivas e de cinco pontos na redação.

Leia também:
Enem 2019 tem 6,3 milhões de inscritos
Cronograma do Enem está mantido, diz novo presidente do Inep
Presidente do Inep, órgão responsável pelo Enem, é demitido


Os resultados podem ser usados de duas formas. Quem conseguir a nota mínima exigida em todas as provas tem direito à certificação de conclusão do ensino fundamental ou do ensino médio. Aqueles que alcançarem a nota mínima em uma das quatro provas, ou em mais de uma, mas não em todas, terão direito à declaração parcial de proficiência.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) disponibiliza na página do Sistema Encceja apostilas com material de estudo para os participantes de nível fundamental e médio.

Edital em Libras
Uma novidade desta edição será uma versão do edital em Libras. Outra mudança é que o participante que já teve laudo médico aprovado em outras edições não precisa apresentar novo laudo durante a inscrição. Participantes surdos, deficientes auditivos e surdocegos devem indicar, durante a inscrição, se usam aparelho auditivo ou implante coclear. Dessa vez, será preciso justificar o motivo de ausência na edição anterior, de 2018.

Veja também

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas
BRASIL

Covid-19: ministério registra 34,4 mil casos e 643 mortes em 24 horas

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos
QUITAÇÃO DE DÍVIDAS

Pernambuco ganha lei que concede anistia de IPVA vencidos em 2020 para motos