A-A+

pandemia

Instabilidade no sistema do Ministério da Saúde atrapalha contagem de casos de Covid

O Conselho Nacional de Secretários de Saúde reconhece o problema na plataforma e diz que acompanha as medidas para a estabilização

Ministério da Saúde Ministério da Saúde  - Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

 A contagem de novos casos de Covid-19 no Brasil tem sido afetada por uma instabilidade no sistema de dados do Ministério da Saúde, responsável por receber e compilar os números fornecidos pelos estados.

O Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) reconhece o problema na plataforma e diz que tem acompanhado as medidas para a reestabilização.

Nesta quinta-feira (16), a entidade que congrega as lideranças da área nos estados disse que o ministério está trabalhando em uma solução.


A pasta foi procurada pela reportagem para comentar as falhas, mas não retornou até a conclusão deste texto.

No estado de São Paulo, por exemplo, a inconsistência nos dados de novos casos chama atenção. De acordo com os dados compilados pela gestão estadual, existe uma tendência de qued nos números. No sistema do ministério, porém, a média móvel de novos casos dos últimos 14 dias apresentou alta de 56,4% em relação ao período entre 19 de agosto e 1º de setembro.

Em nota, a Secretaria Estadual de Saúde afirmou que os dados acabaram tendo problemas no último dia 8 devido à mudança no sistema do ministério. A alteração "afetou a dinâmica de extração dos dados", disse o comunicado.

"A partir de então as equipes técnicas trabalharam na adequação dos processos", informou ainda a gestão paulista.

A mudança fez com que 22.678 casos fossem incorporados ao balanço geral, referentes a notificações feitas entre março e julho. "Todos foram computados neste dia 16 de setembro e, ainda assim, as estatísticas não tiveram reversão da tendência de queda", segundo a nota.

O Brasil registrou 637 mortes por Covid e 35.128 casos da doença nesta quinta-feira (16). Com isso, o país chegou a 589.277 vidas perdidas e a 21.067.396 pessoas infectadas pelo Sars-CoV-2 desde o início da pandemia.

A média móvel de mortes está em 582 óbitos por dia.

Veja também

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake
Luto

Aos 83 anos, morre o arquiteto Ruy Ohtake, filho da artista Tomie Ohtake

Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições
Educação

Ensino a distância conquista adeptos e aumenta após fim de restrições