A-A+

Ipem-PE convoca taxistas de Camaragibe e Igarassu para mudança de tarifa

Vistoria ocorre entre 18 e 19 de setembro na sede do instituto, no bairro do Curado, na Zona Oeste do Recife

Fiscalização do Ipem-PEFiscalização do Ipem-PE - Foto: Divulgação/ Ipem-PE

O Instituto de Pesos e Medidas de Pernambuco (Ipem/PE) vai, neste mês, vistoriar taxímetros e mudar a tarifa dos municípios de Camaragibe e Igarassu, na Região Metropolitana do Recife. Taxistas licenciados pelas prefeituras locais devem ir à sede do Ipem Pernambuco, na avenida Professor Luís Freire, 900, Curado, na Zona Oeste do Recife, participar do processo. Atenção para as datas: taxistas de Camaragibe devem ir ao Ipem entre 18 e 20 de setembro. Já os de Igarassu devem comparecer entre 18 e 19 de setembro.

É preciso agendar a vistoria pelo site do Inmetro e se apresentar com os seguintes documentos: certificado original (1ª via) da última verificação, juntamente com o veículo; Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV), termo de permissão da Prefeitura (atualizado) e Certificado de Inspeção para veículos que utilizam GNV. Outras informações podem ser obtidas nos telefones (81) 3184-4700 0800 081 1526.

Fiscalização em Petrolina

O Ipem-PE realizou entre os dias 28 e 31 de agosto uma operação de fiscalização de cronotacógrafo em Petrolina, no Sertão pernambucano. O instrumento, espécie de caixa preta, registra de forma simultânea a velocidade e a distância percorrida pelo veículo. 

Durante a operação, realizada em parceria com a Polícia Rodoviária e Prefeitura municipal, foram abordados 158 veículos, sendo 125 aprovados e 33 autuados por irregularidades. As autuações emitidas foram em relação à verificação do tacógrafo vencido, veículo sem emissão de certificado e ausência do instrumento em veículos de porte obrigatório.

Veja também

Equinócio abre a primavera, período mais quente e seco do ano em Pernambuco; entenda o fenômeno
Astronomia

Equinócio abre a primavera, período mais quente e seco do ano em Pernambuco; entenda o fenômeno

Seis bilhões de vacinas anticovid-19 aplicadas no mundo
Coronavírus

Seis bilhões de vacinas anticovid-19 aplicadas no mundo