Ipojuca monta esquema para se prevenir contra chegada de óleo

Foram instaladas barreiras de contenção, além de um monitoramento realizado através de 70 câmeras

Barreiras de contenção instaladas na foz do Rio MaracaípeBarreiras de contenção instaladas na foz do Rio Maracaípe - Foto: Divulgação

Para se prevenir contra as manchas de óleo já atingiram várias praias do Nordeste, a Prefeitura de Ipojuca instalou barreiras de contenção na foz do Rio Maracaípe, para tentar minimizar o impacto ambiental no estuário – ambiente aquático de transição entre um rio e o mar – e evitar que o óleo adentre no rio, caso seja necessário.

Além das barreiras, os 33 quilômetros do litoral ipojucano estão sendo monitorados pela Secretaria de Defesa Social, através de 70 câmeras da Central de Monitoramento e por biólogos, oceanógrafos, engenheiros de pesca e florestal da Secretaria de Meio Ambiente. Foi montada uma tenda da Defesa Civil na Vila de Todos os Santos, no Pontal de Maracaípe, onde o QG do Comitê de Crise está instalado.

"Apesar de toda a expectativa que havia para o dia de hoje, no sentido de as correntes marítimas trazerem o óleo dos municípios vizinhos para nossas praias, graças a Deus, não aconteceu. Estamos, no entanto, de prontidão com o Comitê Gestor de Crise e toda a equipe técnica da Prefeitura caso nossa orla seja atingida”, afirmou a prefeita Célia Sales. 

Leia também:
Manchas de óleo chegam a área de mangue em Tamandaré 
Manchas de óleo chegam à Praia dos Carneiros, em Tamandaré
Impacto ambiental das manchas de óleo deve durar décadas, diz especialista

A orientação dada a prefeitura, que mantém contato com a Secretaria de Meio Ambiente estadual e outros órgãos envolvidos com a questão do óleo, é que caso a substância chegue ao litoral de Ipojuca, a limpeza seja imediata para evitar que se espalhe.

Moradores e a prefeitura de Ipojuca abraçaram a campanha “#SeChegarAGenteLimpa”, que convoca voluntários para limpar as praias caso o óleo chegue ao litoral. A Prefeitura do Ipojuca disponibiliza dois números para que a população entre em contato se vir alguma mancha de óleo nas praias do município, são eles: (81) 99910-5782 ou (81) 3551-1766.

Veja também

Taxa de contágio do coronavírus volta a subir em Nova York
EUA

Taxa de contágio do coronavírus volta a subir em Nova York

Costureiras do Cabo de Santo Agostinho irão produzir máscaras para a população vulnerável
Cabo de Santo Agostinho

Costureiras do Cabo de Santo Agostinho irão produzir máscaras para a população vulnerável