Irlandês é preso em Pernambuco por golpe de 80 milhões de euros

Michael Lynn fugiu de seu país no fim de 2007 e ficou instalado em Jaboatão dos Guararapes, na RMR, com a família

Michael Thomas Lynn, 50, é acusa de fraude que gira em torno de 80 milhões de eurosMichael Thomas Lynn, 50, é acusa de fraude que gira em torno de 80 milhões de euros - Foto: Divulgação/PF

O irlandês Michael Thomas Lynn, de 50 anos, condenado por um golpe de 80 milhões de euros em seu país, será extraditado nesta quarta-feira (28), de acordo com a Polícia Federal. Sua prisão foi decretada em 2013, pelo Ministro do Supremo Tribunal Federal e a extradição, decidida em 2017.  

O estrangeiro coleciona 33 mandados de prisão expedidos no seu país pelo Tribunal Distrital Metropolitano de Dublin, capital da Irlanda, por roubo, falsificação e uso de documentos falsos. Além disso, é acusado de fraude contra investidores, em um prejuízo de mais de 80 milhões de euros. Seu nome estava sob alerta vermelho no banco de dados da Interpol, após fugir de seu país cerca de dez anos atrás, em 2007.

Leia também:
Casal de argentinos aplica golpe de R$ 7 milhões em Pernambuco
Polícia Federal flagra homem transportando maconha em carro no Agreste
Troca na PF é derrota para aliados de Temer ameaçados pela Lava Jato

Lynn residia no bairro de Candeias, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR), há aproximadamente dois anos e tinha carteira de identidade estrangeira na condição de permanente. O homem é casado com uma irlandesa, tem dois filhos nascidos no Brasil e trabalhava como professor de inglês no Estado.

Ele estava detido no Centro de Observação e Triagem Professor Everardo Luna (Cotel) desde o ano passado e será levado para a carceragem da Polícia Federal no Aeroporto Internacional do Recife às 14h; A extradição será passiva, ou seja, policiais do outro país vêm buscar o procurado.

Quatro policiais da Irlanda farão a custódia do homem a partir das 18h e depois seguirão para o país europeu, onde deve responder pelos crimes cometidos. O processo de retorno do acusado foi pedido pelo governo da Irlanda e aceito pela Justiça brasileira sob termos de reciprocidade em outros casos do tipo envolvendo brasileiros.

Veja também

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita em novo estudo
Mundo

DNA das populações da África é mapeado com riqueza inédita em novo estudo

Aos 80 anos, sogra de Lula morre por complicações da Covid-19
Coronavírus

Aos 80 anos, sogra de Lula morre por complicações da Covid-19