Vacinação

Israel pretende vacinar bebês e crianças pequenas em abril, diz jornal

A Pfizer vem realizando testes clínicos para reduzir a idade aprovada para sua vacina de cinco anos para seis meses e a expectativa é que anuncie o imunizante em março

VacinaçãoVacinação - Foto: Chico Bezerra/PJG

Israel espera vacinar bebês e crianças pequenas em abril, segundo o Ministério da Saúde local, citado pelo jornal The Times of Israel. 

“Em Israel, as vacinas estão disponíveis agora para todos com cinco anos ou mais. Acredito que até abril isso será expandido para qualquer idade acima de seis meses”, disse esta semana Asher Shalmon, diretor de relações internacionais do Ministério da Saúde, segundo o jornal israelense. 

A Pfizer vem realizando testes clínicos para reduzir a idade aprovada para sua vacina de cinco anos para seis meses e a expectativa é que anuncie o imunizante em março. A farmacêutica informou no mês passado que, em seu teste em andamento com crianças de seis meses a cinco anos, “nenhuma preocupação de segurança foi identificada” e a vacina “demonstrou um perfil de segurança favorável”.

Os melhores resultados até o momento indicam que serão aplicadas três minidoses de 3 microgramas cada — dez vezes menor que a dose acima de 12 anos e três vezes menor que a dose para crianças entre 5 e 11 anos. 

O conselheiro para a pandemia do governo israelense, o epidemiologista Nadav Davidovitch, reforçou que Israel pretendia introduzir doses infantis em breve. 

“As crianças costumam ficar muito menos doentes do que os adultos, mas podem ter a síndrome multissistêmica inflamatória pediátrica, um efeito colateral da Covid-19, e a Covid longa, e é por isso que as vacinas são importantes e haverá imunização das crianças menores de cinco anos”, afirmou Davidovitch, de acordo com o jornal israelense. 

Veja também

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella
Infecção

EUA investigam relação entre manteiga de amendoim e surto de salmonella

Bebê de 1 ano morre após se engasgar com maçã em creche de Petrópolis
Rio de Janeiro

Bebê de 1 ano morre após se engasgar com maçã em creche de Petrópolis