GUERRA ISRAEL-HAMAS

Israel reporta 138 reféns na Faixa de Gaza

Entre os reféns, estão 20 mulheres e duas crianças; uma pessoa está desaparecida

Norte de GazaNorte de Gaza - Foto: Mahmud Hams/AFP

Israel anunciou, nesta terça-feira (5), que são 138 os reféns israelenses e estrangeiros detidos na Faixa de Gaza, indicou o gabinete do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, após ter acrescentado à lista uma pessoa considerada até agora como desaparecida.

O gabinete não quis fornecer detalhes sobre este refém (identidade, gênero, idade...) ou sobre a forma como as autoridades confirmaram sua situação.

Até agora, havia relatado 137 reféns no território palestino, incluindo 20 mulheres e duas crianças.

No ataque do Hamas em solo israelense em 7 de outubro, os militantes islamistas mataram 1.200 pessoas, a maioria civis, e sequestraram cerca de 240, de acordo com as autoridades.

Israel respondeu com intensos bombardeios na Faixa de Gaza, governada pelo Hamas, e lançou uma ofensiva terrestre em 27 de outubro. Até o momento, cerca de 16.000 pessoas morreram no pequeno território palestino.

Uma semana de trégua, de 24 de novembro a 1º de dezembro, permitiu a libertação de 105 reféns, incluindo 80 israelenses trocados por 240 palestinos detidos nas prisões israelenses, como parte de um acordo entre Israel e o Hamas, com o Catar como principal mediador.

Cinco reféns foram libertados antes da trégua.

Veja também

Meningite: conheça as causas, os sintomas e as formas de evitar a doença
Prevenção

Meningite: conheça as causas, os sintomas e as formas de evitar a doença

TikTok: app vai ser banido nos EUA? Entenda o que acontece agora com a rede social
Rede Social

TikTok: app vai ser banido nos EUA? Entenda o que acontece agora com a rede social

Newsletter