Itália tem 431 novas mortes por coronavírus, o número mais baixo em três semanas

É a primeira vez desde 19 de março que o número de mortos fica abaixo de 500 mortes por dia

Roma, capital da ItáliaRoma, capital da Itália - Foto: Alberto PIZZOLI / AFP

A Itália anunciou, neste domingo (12), 431 novas mortes por COVID-19 nas últimas 24 horas, o número mais baixo desde 19 de março. É a primeira vez desde essa data que o número de mortos fica abaixo de 500 mortes por dia.

A Itália é um dos países mais atingidos pela pandemia, com um total de óbito próximo de 20.000, segundo dados oficiais. "A diminuição da pressão em nossas estruturas hospitalares continua", disse o chefe da Proteção Civil, Angelo Borrelli.

Pelo nono dia consecutivo, o número de pacientes em terapia intensiva diminuiu, com 3.343 leitos ocupados por esses pacientes gravemente afetados pelo coronavírus, o nível mais baixo desde 23 de março. "Com as medidas adotadas, conseguimos reduzir a pressão sobre o principal pilar do nosso sistema de saúde", disse Luca Richeldi, pneumologista do Hospital Gemelli, em Roma.

Esse controle da propagação é muito sensível na Lombardia, com mais da metade dos mortos na península. Suas autoridades registraram 111 mortes nas últimas 24 horas, o menor total desde 14 de março. O número de mortes é "muito menor do que ontem e depois de tantos dias, há uma boa tendência de queda", afirmou Giulio Gallera, responsável da Saúde da região.

Leia também:
EUA ultrapassam Itália e se tornam país com mais mortes por coronavírus no mundo
Jogo da Champions pode ter espalhado coronavírus a milhares na Itália

Veja também

Governo negocia com a Pfizer mais 100 milhões de doses de vacina contra Covid
Vacina

Governo negocia com a Pfizer mais 100 milhões de doses de vacina contra Covid

Brasil ultrapassa 14 milhões de casos da Covid-19
Boletim

Brasil ultrapassa 14 milhões de casos da Covid-19