Mundo

Japão lançará no mar água tratada de Fukushima

Atualmente, cerca de 1,25 milhão de toneladas de água contaminada está armazenada em mais de mil cisternas perto da usina nuclear, no nordeste do Japão

Vista aérea da Usina Nuclear FukushimaVista aérea da Usina Nuclear Fukushima - Foto: STR / JIJI PRESS / AFP

O Japão vai lançar no mar a água procedente da usina nuclear acidentada de Fukushima (nordeste) depois de tratada, anunciou na terça-feira (noite de segunda, 12, no Brasil) o primeiro-ministro Yoshihide Suga, apesar da oposição gerada pelo projeto.

A decisão põe fim a sete anos de debates sobre como se livrar da água da chuva, das camadas subterrâneas ou de injeções necessárias para esfriar os núcleos dos reatores que se fundiram como consequência do tsunami de 11 de março de 2011. 

A água será lançada "depois de se assegurar de que se encontra em um nível (de substâncias radioativas) claramente inferior aos padrões de segurança", declarou Suga, acrescentando que o governo adotará "medidas" para impedir que isto prejudique a reputação da região. 
 

Atualmente, cerca de 1,25 milhão de toneladas de água contaminada está armazenada em mais de mil cisternas perto da usina nuclear, no nordeste do Japão. 

Era preciso tomar uma decisão urgente porque no outono de 2022 podem-se alcançar os limites de capacidade de armazenamento de água no local. 

A água que será lançada no mar nesta operação, que durará dois anos, foi filtrada várias vezes para eliminar a maioria das substâncias radioativas (radionuclídeos), mas não o trítio porque não pode ser retirado com as técnicas atuais. 

Veja também

Israel: mais mortos e destruição do prédio da imprensa em Gaza
Conflito

Israel: mais mortos e destruição do prédio da imprensa em Gaza

Governo de Pernambuco decreta novas medidas restritivas para o Agreste
PANDEMIA

Governo de Pernambuco decreta novas medidas restritivas para o Agreste