Jennifer Holliday cancela show na posse de Trump após apelo da comunidade LGBT

Presidente eleito dos EUA vem enfrentando dificuldade para escalar artistas

Jennifer Holliday voltou atrás e cancelou participação na festa de posse de Donald TrumpJennifer Holliday voltou atrás e cancelou participação na festa de posse de Donald Trump - Foto: Reprodução

Não está sendo fácil para o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, montar o time de artistas para a festa ''Make America Great Again Welcome Celebration'', que vai acontecer na próxima sexta-feira (20), em comemoração à sua vitória na corrida pela Casa Branca.

O diretor de comunicação do comitê de Trump chegou a confirma a presença de três artistas no evento: a cantora Jennifer Holliday, o cantor country Toby Keith e a banda 3 Doors Down. No entanto, um dia depois de aceitar o convite, Holliday concelou sua participação na cerimônia. Em carta, ela pediu desculpas à comunidade LGBT e disse que cometeu um ''erro de julgamento'' ao aceitar o convite.

Anteriormente, ela havia dito que não cantaria para o presidente e sim para todo o povo americano. Durante toda a sua carreira, a cantora se apresentou para presidentes dos dois partidos, como Ronald Reagan, George Bush, George W. Bush e Bill Clinton.

Elton John, Celine Dion, Garth Brooks e Andrea Bocelli foram alguns dos artistas que já disseram não a Trump.

Veja também

Ministério faz confusão com voos, deixa autoridades esperando nos aeroportos e atrasa vacinação
Vacina

Ministério faz confusão com voos, deixa autoridades esperando nos aeroportos e atrasa vacinação

STF rebate Bolsonaro e afirma que não proibiu governo federal de atuar contra pandemia
Justiça

STF afirma que não proibiu governo federal de atuar contra pandemia