João Bosco é atração confirmada no FIG

O músico foi confirmado, com exclusividade à Folha de Pernambuco, na grade do Festival de Inverno de Garanhuns, com o show "Mano que zuera"

João Bosco fará show de encerramento na Catedral de GaranhunsJoão Bosco fará show de encerramento na Catedral de Garanhuns - Foto: Flora Pimentel/Divulgação

Um dos polos mais prestigiados do Festival de Inverno de Garanhuns (FIG), a Catedral de Santo Antônio costuma receber concertos, recitais e shows acústicos de grandes nomes. Neste ano, João Bosco será o responsável pelo show de encerramento da programação, com uma apresentação baseada em seus grandes clássicos. De acordo com sua assessoria, João se licenciou por alguns dias e seu regresso aos palcos será justamente em Garanhuns, em grande estilo, no dia 27 de julho.

A referência principal do espetáculo será o último álbum do cantor, "Mano que zuera", de 2017. O título faz referência a uma das faixas do disco, composta juntamente com seu filho, Francisco Bosco. Além dela, João trará para Garanhuns pérolas de seu repertório como "Jade", "Corsário", "Papel Machê" e "O bêbado e a equilibrista", além de parcerias com Martinho da Vila ("Odilê, Odilá"), Waly Salomão e Antônio Cícero ("Trem Bala"), Arnaldo Antunes ("Ultralve") e Aldir Blanc ("O ronco da cuíca", "Coisa Feita" e "Incompatibilidade de gênios", entre outras). "Fotografia", de Tom Jobim, e "Lilia" e "Clube da Esquina Número 2", de Milton Nascimento, são outros sucessos que constam na playlist do show. "São canções vigorosas de grandes autores brasileiros que considero fonte limpa, onde você bebe, sacia sua sede e nunca seca", afirma João Bosco.

Leia também:
Programação do FIG começa a ser desenhada
Jackson do Pandeiro será o homenageado do FIG 2019


A programação musical do FIG ainda não está completamente definida. No último dia 17, a Secretaria de Cultura de Pernambuco divulgou o resultado inicial das atrações, com diversas propostas classificadas (que alcançaram mais de 20 pontos no processo seletivo). Nesta lista prévia, os primeiros colocados foram a banda musical Saboeira, o cantor Claudionor Germano e o maestro Ademir Araújo, que se apresenta junto com a Orquestra Popular do Recife (os três, como patrimônios vivos de Pernambuco, tiveram pontuação diferenciada em relação aos demais concorrentes).

Entre os nomes que obtiveram boa pontuação (e que, portanto, têm maior probabilidade de serem incluídos na grade final da programação) estão Elba Ramalho, Mundo Livre S/A, Odair José, Banda Eddie, Maciel Melo, Ira!, Otto, Francisco El Hombre, Céu, Ave Sangria, Jards Macalé, Karina Buhr, Fafá de Belém, Duda Beat, Diomedes Chinaski, Mariana Aydar, Devotos e Letrux. Outros artistas também aprovados foram Chico César, Virginia Rodrigues, Negra Li, Sandra de Sá, Barão Vermelho, Maciel Salu, Mombojó, Genival Lacerda, Luiz Paixão, Isaar, Isabella Taviani, Ná Ozetti e Luiz Tatit.

Contudo, nenhum dos nomes que constam na lista de dezenove páginas está automaticamente na grade do festival, até mesmo por conta de dificuldades de logística, de agenda e dos custos do cachê, entre outros critérios. Além disso, conforme destacou o presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Marcelo Canuto, o edital prevê que 20% das contratações podem ser feitas à escolha da gestão.

Diversas modalidades artísticas (artes visuais, audiovisual, circo, cultura popular, dança, design e moda, fotografia, gastronomia, literatura, música, patrimônio e teatro) compõem o FIG, que já está em sua 29ª edição e, neste ano, homenageia o cantor Jackson do Pandeiro, que, se vivo, estaria completando um século de vida. A música costuma ser uma das mais populares, contando com sete espaços de exibição: o palco de cultura popular (que funciona a partir das 11h da manhã) e, à noite, os palcos de música instrumental, música pop, forró, Catedral de Santo Antônio e Praça Mestre Dominguinhos (que recebe os headliners do festival).

Veja também

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil
VACINAÇÃO

Médicos são os primeiros vacinados com a dose de Oxford no Brasil

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo
VACINAÇÃO

Primeiras doses da vacina AstraZeneca/Oxford chegam a Pernambuco neste domingo