SANTA CRUZ

Joaquim Bezerra revela abatimento com eliminação e lamenta por torcida: "Vão ter que se contentar"

Nos bastidores, renúncia do presidente passa a ser considerada

Joaquim Bezerra, presidente do Santa CruzJoaquim Bezerra, presidente do Santa Cruz - Foto: Ed Machado/Folha de Pernambuco

Após a eliminação nos pênaltis para o Floresta da pré-Copa do Nordeste, o presidente do Santa Cruz revelou abatimento por mais um objetivo que não foi alcançado em 2021. Joaquim Bezerra comentou, ao fim da partida desta terça-feira (19), em entrevista à Rede Globo, que é preciso adaptar o planejamento do clube para 2022 e que a torcida precisará se contentar.

"Vamos planejar, a partir de agora, o ano que vem. A torcida vai ter que se contentar, realmente é uma coisa muito ruim e se eu estou abatido, imagina o torcedor. Só que não poderia ser feito o vandalismo que ocorreu após a partida”, disse.

Nos bastidores, a renúncia do mandatário coral ganha força. Vice-presidente na gestão de Constantino Júnior, que antecedeu Joaquim, Tônico Araújo revelou em contato com a Folha de Pernambuco que a saída já era considerada antes mesmo da eliminação.

“Joaquim está há cerca de um mês considerando a possibilidade de renunciar. Não há mais clima com a torcida, o grupo dele o abandonou, tanto VP como os presidentes do conselho e patrimonial. Tudo isso levou ele a refletir e passar a mudar de ideia quanto à renúncia, que antes não era considerada”, revelou.

A oficialização de renúncia ainda possui um obstáculo. Ele aguarda o surgimento de um candidato ao cargo, uma vez que o vice-presidente André Frutuoso se encontra em licença. Caso a saída se concretize, será protocolada uma eleição indireta, realizada pelos conselheiros corais. No entanto, ainda não há nenhum nome que se colocou à disposição para assumir o clube. Qualquer sócio coral pode se candidatar ao pleito.

“Eu fui ungido para ser quem procura essa solução, diante do caos que se encontra o clube. Procuramos nomes que tivessem condições de assumir e ajudar o Santa Cruz, como Mirinda, Osmar e Marcelo Silva. Nenhuma das tentativas deu certo, e agora o nome que está na mira é o de Antônio Luiz Neto, que no comando do clube conseguiu ser três vezes campeão e conquistou dois acessos. Há uma restrição familiar, mas que estamos vendo se pode ser contornada para que ele assuma o clube e nos ajude a sair dessa situação. Mas, claro, antes de tudo é necessário que a renúncia de concretize”, explicou.

 

Veja também

Aberto da Australia 'lamenta profundamente' impacto do caso Djokovic no torneioTênis

Aberto da Australia 'lamenta profundamente' impacto do caso Djokovic no torneio

Futebol europeu: veja onde assistir os principais duelos desta terça-feira (18)Futebol

Futebol europeu: veja onde assistir os principais duelos desta terça-feira (18)